O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Tudo Azul!

Jessé Oliveira 21 de abril de 2019 às 14:05
Tempo de leitura
2 min

A expressão “tudo azul” é uma gíria antiga utilizada para denotar que esta tudo muito bem, tranquilo, sem problemas e que tudo flui com naturalidade, ou seja, tudo ótimo.

Azul é a cor do céu, azul é a cor do mar, grandes e belas vastidões que nos circundam com toda sua grandeza. Entre estas vastidões, neste espaço compreendido entre terra, céu e mar existe também um outro azul, o azul do Cruzeiro. E em 2019 vai “tudo azul”, para o azul Cruzeiro.


O ano começou parecendo tomar caminhos mais turvos, o 10 decisivo, querido pela torcida não se apresentou, a polêmica se instaurou, a frustração era eminente. “Sai!” “Não sai!” “Sai!” “Não sai”… Saiu.

Mas tão logo surgiu um “Ro” que acabou virando “Rei”, Reidriguinho, acompanhado de um Marquinhos e assim da memória o 10 foi rapidamente apagado. O 30 vestiu á 10 e nem tem sido necessário.

E começou a ficar “tudo azul”.

O time foi se acertando, se encorpando, se entrosando e mesmo em inicio de temporada ao torcedor já vinha empolgando.

O Mineiro já foi pra conta, tudo azul em Minas Gerais!

E não para por ai, segue invicto na temporada e com ótima campanha também na Libertadores.

Tudo funciona para o Cruzeiro, as contratações deram resultado, o ataque vem marcando, a defesa vem segurando, sejam reservas ou titulares, todos que entram em campo ao torcedor vêm agradando.

O trabalho a longo prazo, por vezes questionado, mas bem executado por Mano, que já rendeu frutos no ano passado, tem tudo para dar frutos também este ano.

A torcida e o time seguem sonhando alto: Reconquistar Santiago é a meta principal, sonham também com o penta no torneio nacional, se bobear “beliscam” outra vez a Copa que já é quase “habitual”.

No futebol os sonhos podem rapidamente passar a pesadelo, o belo céu azul pode rapidamente, por nuvens cinza ser encoberto e isto de fato é verdade, mas para o Cruzeiro por enquanto, vai seguindo “tudo azul” e há indícios de que possa assim continuar e seria muito bom que assim continuasse.

Que o ano termine azul é o que deseja o cruzeirense, afinal de contas azul é a cor do Cruzeiro.

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 1 de setembro de 2020 às 04:46