O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Em votação popular, Victor é eleito o melhor goleiro de Minas no século XXI

Rômulo Soares 15 de junho de 2020 às 09:50
Tempo de leitura
2 min

Após encerrarmos a série de votação de maiores jogadores de cada jogador do Cruzeiro e Atlético no século XXI, começamos a série de enquetes para eleger a Seleção de Minas do século XXI.
Em primeira votação, logo um embate entre dois dos maiores ídolos da história de seus respectivos clubes, Fábio, do Cruzeiro, e Victor, do Atlético. Os internautas deviam escolher qual o maior goleiro dos últimos 20 anos, em Minas, e o vencedor foi o arqueiro do Galo.

Victor chegou ao Atlético em 2012, contratado junto ao Grêmio, para assumir a carente posição de goleiro do Galo e logo se tornou intocável na meta do clube. Após um excelente ano de estreia, Victor viveria em 2013 seu grande ano como jogador. Após ganhar o Campeonato Mineiro, o camisa 1 ajudou o Galo na caminhada ao inédito título da Copa Libertadores.
Durante a campanha, o jogador fez aquela que é uma das defesas mais icônicas da história do futebol brasileiro. Na ocasião, Victor defendeu pênalti que eliminaria o Galo da Libertadores, no fim da partida, nas quartas de final da competição. Na semifinal e final, mais defesas de pênaltis e o goleiro se consagrou como o principal nome daquela conquista.
Pelo Galo, o goleiro ainda viria a ganhar a Copa do Brasil de 2014 sobre o grande rival, Cruzeiro, a Recopa Sul-Americana naquele mesmo ano, além de mais dois estaduais, em 2015 e 2017. Santificado, “São Victor” continua no time e atualmente é reserva, mas ainda é um dos jogadores mais aclamados pelo torcedor.
Um dos grandes ídolos da torcida, o goleiro tem seu nome marcado nas maiores conquistas  alvinegras e é amado pelos atleticanos. E ainda, há quem aposte que o arqueiro seja o maior jogador da história do Atlético. Assim, Victor é o primeiro jogador escalado para a Seleção de Minas XXI.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.