Ultimate magazine theme for WordPress.

Feriado foi marcado por acidentes e mortes nas rodovias mineiras

O feriado prolongado pelo final de semana deixou um saldo de pelo menos 12 acidentes nas estradas de Minas Gerais, registrados pelos órgãos oficiais. Com isso, cerca de 22 pessoas morreram no trânsito em rodovias mineiras. Boa parte dos casos (registrados e não registrados) ocorreram na BR-381, que liga as regiões metropolitanas de Belo Horizonte e São Paulo. A BR-381 possui trechos em situação precária e histórico de muitos acidentes próximos às cidades da Região Metropolitana de BH, no sentido Espírito Santo.

Acidentes registrados

Um acidente entre um carro e um caminhão na BR-381 deixou uma pessoa morta em Santa Luzia, na Região Metropolitana de BH, no sábado (16). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos bateram de frente, próximo à ponte sobre o Rio das Velhas.

Outro acidente na mesma rodovia aconteceu no domingo (17), em São Sebastião da Bela Vista, no Sul de Minas, quando uma moto em alta velocidade bateu contra uma barreira de proteção. O condutor morreu na hora e a moto se partiu em três partes.

Além disso, a BR-381 enfrentou lentidão nesse domingo, devido a volta do feriado prolongado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trânsito começou a ficar congestionado devido a grande quantidade de veículos, na altura da cidade de Sabará.

Fique atento: a BR-381 tem interdição programada para esta segunda-feira (18). Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a rodovia será interditada por volta das 14h, para a detonação de rochas. A interdição ocorrerá no quilometro 426, na cidade de Caeté.

Já na BR-040, um carro e uma carreta bateram de frente, próximo a Felixlândia, na Região Central de Minas Gerais. Um dos passageiros do carro não resistiu e morreu.

Na manhã da sexta-feira (15), uma batida entre dois carros deixou seis vítimas e duas mortes, na BR-265, em Barbacena. Também na manhã do feriado, três pessoas morreram e uma ficou em estado grave quando um carro caiu de um viaduto na BR-381, próximo ao trevo de Pouso Alegre.

Fim de semana e feriado foram marcados por acidentes nas rodovias mineiras

Já no fim da noite de sexta, um motociclista colidiu contra uma divisão de concreto no Anel Rodoviário de Belo Horizonte. O condutor, que trabalhava com entregas por aplicativo, morreu na hora. Ainda no fim da noite, um acidente com uma van deixou uma pessoa morta e outras três feridas na BR-262, entre Santa Margarida e Matipó, na Região da Zona da Mata. Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos passageiros da van morreu na hora. No veículo estavam 12 pessoas.

Outros acidentes graves ocorreram nas demais regiões do estado, e Minas Gerais mais uma vez foi palco de inúmeras tragédias.

Rodovias de Minas Gerais são perigosas

As rodovias de Minas Gerais são conhecidas por serem bastante perigosas e estarem em situação precária, contendo inúmeros problemas. A malha rodoviária de Minas está ficando cada vez pior em comparação a anos passados. Atualmente, 70,6% das rodovias do estado estão em qualidade péssima, ruim ou irregular de uso. Em 2018, o número era de 61,3%. Os dados são da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

A chuva do fim semana também contribuiu para os inúmeros acidentes registrados. Pegar estrada com chuva exige cuidados muito maiores durante a viagem e a atenção deve ser redobrada pelos motoristas. Evitar freadas bruscas e não dirigir em alta velocidade são dicas valiosas. Em caso de chuvas fortes e perigosas, a melhor solução é encontrar um posto de serviço e aguardar uma trégua.

Leia também: Ônibus com 51 estudantes tomba na Região Central de Minas Gerais e deixa feridos; veja fotos

Comentários do Facebook