Ultimate magazine theme for WordPress.

Troca de estádios: Atlético irá jogar no Mineirão em 2020 e Cruzeiro estuda mandar jogos no Horto

Durante uma entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, confirmou o Mineirão como a casa do Galo em 2020. Já o Cruzeiro estuda mandar seus jogos na Arena Independência, estádio que seu rival mandou seus jogos durante oito anos, por ter orçamento bem menor para o próximo ano, com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

A diretoria celeste já consultou a concessionária que administra a Arena Independência para saber sobre a possibilidade de mandar suas partidas em 2020. Além da menor expectativa de público, o Cruzeiro também corre o risco de punições do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela depredação do estádio Mineirão na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2019, contra o Palmeiras, que decretou sua queda. Dentre as punições possíveis, a Raposa pode perder mando de campo, ter que jogar a 100 km de Belo Horizonte, ou disputar jogos com portões fechados.

Já o Atlético disputou 11 partidas como mandante no Mineirão em 2019, sendo a temporada com mais partidas no Gigante da Pampulha desde sua reabertura em 2013. A proposta da diretoria do Galo é reformular seu plano de sócio torcedor e aumentar o número de público e renda.

Histórico

O estádio Mineirão, desde sua reabertura, foi tradicionalmente conhecido por ser o palco dos jogos do Cruzeiro, onde, desde sua reabertura, conseguiu conquistar dois Campeonatos Brasileiros e duas Copas do Brasil. Entretanto, no ano de 2019, o Gigante da Pampulha também foi onde a maior tragédia da história da Raposa aconteceu. O clube celeste foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro pela primeira vez em sua história na arena mais tradicional de Belo Horizonte, no último domingo (8).

Já o Atlético tem um histórico recente mais familiarizado com o estádio Independência, sendo palco de momentos históricos em 2012 e 2013 com Ronaldinho Gaúcho em campo, além do pênalti defendido pelo goleiro Victor aos 47 minutos do segundo tempo nas quartas de final da Libertadores, que futuramente seria conquistada pelo Galo. Entretanto, o Mineirão também já é bem familiarizado pelo clube alvinegro, tendo levantado as taças da Libertadores de 2013 e da Copa do Brasil de 2014.

Leia tambémEstádio do Atlético terá última votação em dezembro

Comentários do Facebook