DestaqueGoverno de MinasNotícias

Governo de Minas divulga escalas de pagamento de fevereiro e março

O governo do estado de Minas Gerais divulgou, por meio de vídeo nas redes sociais do governador Romeu Zema (Novo), a escala de pagamento dos servidores públicos para os meses de fevereiro e março.

Nos dois meses, os pagamentos continuarão sendo realizados em escalas. Os servidores que trabalham nas áreas da saúde e da segurança pública terão um valor maior na primeira parcela do que os servidores da educação e demais funcionários.

O salário referente ao mês trabalhado em janeiro será pago nos dias 13 e 25 de fevereiro.  Na primeira data, uma parcela de até R$ 3 mil será paga para aos servidores da segurança e da saúde, enquanto os demais servidores receberão uma parcela de até R$ 2 mil. Na segunda data, todos os servidores receberão o complemento do salário.

Já o salário referente ao mês trabalhado fevereiro será pago nos dias  13 e 26 de março, seguindo os mesmos valores anunciados anteriormente.

Assista ao vídeo divulgado nas redes sociais do governador Romeu Zema:

 

Confira as escalas de pagamento:

Fevereiro

13/02 – R$ 3 mil para servidores da Saúde e da Segurança Pública e R$ 2 mil para as demais as categorias de servidores.

25/02 – Segunda parcela quitando o restante do salário para os servidores de todas as categorias.

 

Março

13/03 – R$ 3 mil para servidores da Saúde e da Segurança Pública e R$ 2 mil para as demais as categorias de servidores.

26/02 – Segunda parcela quitando o restante do salário para os servidores de todas as categorias.

 

Décimo terceiro salário referente ao ano de 2018

Somado aos salários, em todos os meses a partir de fevereiro, haverá uma data adicional para o pagamento da parcela relativa ao 13º salário do ano de 2018, que não foi pago pelo governador à época, Fernando Pimentel (PT).

Conforme já informado por Romeu Zema, as parcelas relativas ao benefício serão pagas no primeiro dia útil após o dia 20 de cada mês.

Mostrar mais
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios