Horóscopo da semana para todos os signos

ÁRIES (21 de março a 20 de abril): Embora você ainda possa estar se sentindo um pouco perturbado pelos confrontos recentes em casa ou no trabalho, e há muito que você pode fazer para garantir que o bom sentimento seja restaurado mais cedo ou mais tarde. Os parceiros agradecerão por sua paciência e consideração. Você receberá suas recompensas no próximo ano.

– TOURO (21 de abril a 21 de maio): Ainda parece haver um apoio sólido vindo do relacionamento útil entre o Sol e Vênus, seu governante. O que você deve entender agora é que tudo, incluindo eventos que são francamente indesejáveis, tem um propósito. Fique de olho nas suas finanças, pois você pode ser enganado ou cobrado a mais.

GÊMEOS (22 de maio – 21 de junho): Se seus colegas e parentes têm tentado desencorajá-lo a não se arriscar ou aceitar uma oferta tentadora, o motivo não é porque eles desejam impedi-lo, mas porque os acontecimentos os deixarão para trás. A ocupação da Lua em seu mapa o prepara para o cargo principal. Você terá a coragem necessária?

CÂNCER (22 de junho a 23 de julho): Aproveite ao máximo todas as experiências profundas, coloridas e transformadoras que estão ocorrendo em sua vida pessoal e em parcerias. No entanto, alguns de vocês podem se sentir bastante reservados e desconfiados dos motivos de outras pessoas. Mas perceba que, se outra pessoa o prejudicou, provavelmente ela o fez sem querer.

LEÃO (24 de julho a 23 de agosto): Em uma perspectiva de curto prazo das tendências atuais, parece claro que a sorte está sorrindo para você. Os únicos problemas surgem de sua própria incapacidade de controlar suas paixões ou de assumir a responsabilidade por suas próprias emoções intensas. Você logo descobrirá o quanto um parceiro próximo o tem ajudado – mesmo sem você saber.

VIRGEM (24 de agosto a 23 de setembro): Você está com um humor ambicioso, ansioso para dar o seu melhor e ansioso para ficar em primeiro lugar. Muito depende de sua abordagem geral para parcerias. Agora você deve estar preparado para se abrir e reconhecer o papel poderoso que outras pessoas, não apenas amigos próximos, têm de desempenhar em seus negócios.

LIBRA (24 de setembro a 23 de outubro): Júpiter está desempenhando um papel benéfico no setor ativo de seu mapa solar, e já faz algum tempo. Vendo que a presença deste planeta está sendo reforçada por Vênus, fica claro que as perspectivas de férias agradáveis ​​ou aventuras de longa distância nunca foram tão brilhantes. Faça planos agora!

ESCORPIÃO (24 de outubro a 22 de novembro): Algumas pessoas são, sem dúvida, bem-intencionadas com você. Outros não. Em ambos os casos, sua principal tarefa é administrar os relacionamentos pessoais com tato e sabedoria, dando crédito a quem merece. Quando surge uma escolha complicada, você provavelmente pode ter o seu bolo e comê-lo, escolhendo todas as opções disponíveis ao mesmo tempo.

SAGITÁRIO (23 de novembro a 22 de dezembro): O relacionamento da Lua com sua casa de casamento é um sinal bem-vindo de que as parcerias irão para um nível superior. Há uma série de questões que precisam ser tratadas delicadamente, especialmente porque as correntes emocionais podem levar a mudanças forçadas em pouco tempo. Pise com cuidado e respeite os sentimentos de todos.

CAPRICÓRNIO (23 de dezembro a 20 de janeiro): Ainda há uma chance de que os aspectos planetários sensacionais disparem sua imaginação e permitam que você dê passos enormes. Você ainda tem um jeito de recuperar o atraso se quiser recuperar o terreno perdido. Não se preocupe muito se os parceiros ainda estiverem estressados. A vida será mais relaxada em breve.

AQUÁRIO (21 de janeiro a 19 de fevereiro): Visto que Marte e Vênus estão enviando uma mistura de aspectos desafiadores e úteis para o seu signo, você deve esperar que os parceiros o mantenham alerta. Para aqueles que buscam experiências prazerosas, não há limites. E, se você espera se apaixonar, essa pode ser a sua vez.

PEIXES (20 de fevereiro a 20 de março): Todos os sinais indicam que as atividades profissionais estão centradas nas esperanças e ambições monetárias. Isso talvez não seja surpreendente, tendo em vista a necessidade de lidar com o que só pode ser descrito, sem eufemismo, como uma emergência! E, por favor, lembre-se do velho ditado, prevenido vale por dois.

Fonte: The Indian Express

Comentários