Take a fresh look at your lifestyle.

Ipatinga sedia Feira do Doce Mineiro neste final de semana (8 e 9/09)

Evento acontece no sábado e domingo, dias 8 e 9 de setembro, com a presença de 20 produtores de doces das mais variadas regiões de Minas e diversificada programação cultural; entrada gratuita

Ipatinga se prepara para sediar neste final de semana, nos dias 8 e 9 de setembro (sábado e domingo), a Feira do Doce Mineiro, maior evento do segmento em Minas Gerais. Em sua segunda edição, a feira reúne 20 produtores de doces das mais variadas regiões do estado, como: Araxá, Poços de Caldas, Urucânia, Piranguinho, São Bartolomeu (distrito de Ouro Preto), Sabará e Carmópolis de Minas, para citar algumas.

Toda a programação é gratuita e acontece na Praça Daniel Campos Rabelo, no bairro Cariru. No sábado (8 de setembro), as atividades estão programadas para acontecer das 14 às 21 horas e, no domingo (9 de setembro), das 9 às 18 horas. A feira permitirá a degustação de um variado estoque de produtos gastronômicos, que também estarão disponíveis para venda. Além dessa deliciosa programação, o evento conta ainda com atrações musicais, debates com chefs e especialistas em gastronomia e atividades infantis. (Veja programação completa abaixo). A realização do projeto é da Casa Cult e tem o patrocínio da Cemig, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

Valorizado no mercado nacional, o doce de leite será o grande destaque desta edição. Minas, por ser o maior produtor de leite do país, responde por 50% da produção dessa iguaria. São mais de 700 fabricantes de doce de leite no estado, divididos entre produtos caseiros, industrializados e semi-industriais. Para representar o tão famoso produto, a Feira do Doce Mineiro 2018 apresenta os doces de leite de Pouso Alegre, Santo Antônio do Grama, São João do Oriente, Machado, São Lourenço, São Tiago, Ipatinga e o doce de leite com caramelo de café de Carmo de Minas.

“O leite é uma tradição na mesa dos mineiros. Então, nada mais justo que reverenciar também um produto que enaltece nossa gastronomia. Afinal, quem não aprecia um bom e delicioso doce de leite?”, destaca Isabella Ribeiro, coordenadora geral da Casa Cult.

Também compõem a feira a bananada de Antônio Dias, os derivados de jabuticaba de Sabará, a goiabada de São Bartolomeu, a abóbora com coco de Poços de Caldas, a ambrosia e ameixa de queijo de Araxá, o rocambole de Lagoa Dourada, os doces cristalizados de Carmópolis de Minas, o pé de moleque de Piranguinho, a mangada de Urucânia, a queijadinha de Paracatu e o brigadeiro gourmet, de Belo Horizonte.

Além de todas essas delícias mineiras, os empresários e produtores participantes vão apresentar uma gama de outros produtos, como Doce de Nata, Raspa do Doce de Leite com Café, Brigadeiro de Milho, geleias, compotas e caponatas variadas, queijos, vinho de jabuticaba e, ainda, uma linha de produtos zero lactose e zero açúcar.

A coordenadora da Casa Cult reforça o caráter democrático do evento, enfatizando que a Feira do Doce Mineiro contempla desde o pequeno ao grande produtor, em uma curadoria que primou pelo sabor e não pelo porte empresarial. “A Feira do Doce tem como objetivo pesquisar e apresentar os doces típicos de cada localidade visitada, tendo como foco a diversidade e a referência. Durante esse processo de imersão temos a grande oportunidade de conhecer e vivenciar histórias motivadoras que enriquecem ainda mais nosso evento. Precisamos valorizar essas regiões mostrando a elas a importância que possuem para o fomento da culinária mineira”, explica.

Cozinha ao vivo e atrações culturais agitam a programação

Ação inovadora na primeira edição, a Cozinha ao Vivo, uma homenagem aos programas culinários de maior sucesso na TV brasileira, volta ainda maior na programação deste ano. A atração acontece nos dois dias do evento, quando o público poderá observar seis chefs (apresentação de três por dia) preparando pratos especiais em tempo real.

Estão confirmados os chefs Carol Fádel (Belo Horizonte), que fará um “Cheesecake de queijo canastra com geleia da jabuticaba de Sabará”; Loraidan dos Anjos (Ipatinga) com “Almôndegas recheadas com muçarela de búfala envoltas em cebola e bacon e acompanhadas de barbecue de goiabada”; a participação do chef Edson Puiati (coordenador do curso de gastronomia da UNA/BH) com seu “Petit Gateau de doce de leite com caramelo de café” e do assador Anderson Oliveira (Ipatinga) que aguçará o paladar dos presentes com o “Purê de banana da terra com frango grelhado na manteiga de garrafa”; além da chef Mariana Gontigo (Belo Horizonte) com o “Porco na manga”. Idealizadora e proprietária do Roça Grande, estabelecimento que preserva a riqueza e simplicidade da vida na roça, Mariana foi uma das finalistas do “Fecha Conta” do programa “Mais Você” que reuniu, em junho, seis chefes de cozinha especialistas em comida mineira.

A criançada também tem um lugar especial na programação da Feira do Doce. Elas poderão se divertir no “Espaço Kids” e suas diversas atrações.

Feira do Doce 2017

Sucesso em sua primeira edição, mais de 6 mil pessoas, de diferentes cidades mineiras, passaram pela Praça Daniel Campos Rabelo, do bairro Cariru, em Ipatinga, para prestigiar a Feira do Doce. Em seis horas de programação elas consumiram e compraram mais de 300 quilos de doces, movimentando cerca de R$120 mil em negócios. A expectativa para a edição 2018, segundo Isabella, é atrair um público de 10 mil pessoas, gerando R$ 300 mil em receita.

Sobre a Casa Cult

Criada como espaço para abrigar as artes cênicas, em especial o trabalho do Grupo Cleyde Yáconis, a Casa Cult Darci Di Mônaco ocupa o bairro Cariru com atividades culturais desde 2013, visando, de forma gradativa, melhorar o panorama cultural do bairro e da cidade.

A Casa leva o nome do criador do Grupo Cleyde Yáconis, Darci Di Mônaco, falecido em maio de 2012. “Darci é o nosso patrono e ficou eternizado em nossa memória, tudo o que temos e somos veio dele” afirma Isabella Ribeiro, coordenadora geral do espaço.

A Casa Cult leva cinema, música, teatro, literatura, gastronomia, festas populares e muitas outras atividades às vias públicas, em especial as praças do Cariru. Essas atividades são patrocinadas pela Cemig, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e parcerias com empresas locais.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA FEIRA DO DOCE MINEIRO:

Sábado – 8 de setembro

Cozinha ao vivo:

15 horas | “Petit Gateau de doce de leite com caramelo de café” – Chef Edson Puiati (Belo Horizonte)

17 horas | “Queijadinha de Paracatu” – Mestre quitandeira Ângela Resende (Paracatu)

19 horas | “Porco na manga” – Chef Mariana Gontijo (Belo Horizonte)

Atrações musicais:

14 horas | Banda Brasil Tropical

18h30 | Choro do Vale

Bate-Papo:

16 horas | Bate-papo sobre a Frente da Gastronomia Mineira com o presidente da entidade Ricardo Rodrigues e os diretores Lino Ramos do Nascimento e Ana Paula Villas Costa.

Domingo – 9 de setembro

Cozinha ao vivo:

11 horas | “Almôndegas no anel de cebola acompanhadas de barbecue de goiabada” – Chef Loraidan dos Anjos (Ipatinga)

13 horas | “As cervejas artesanais da Backer” – Tatiana Paro (Cervejaria Backer, Belo Horizonte)

15 horas | “Cheesecake de queijo canastra com geleia de jabuticaba” – Chef Carol Fádel (Belo Horizonte)

17 horas | “Purê de banana da terra com frango grelhado na manteiga de garrafa” – Assador Anderson Oliveira (Ipatinga)

Atrações musicais:

12:30 horas | On The Rocks

15 horas | Choro do Vale

16 horas | Banda Brasil Tropical

Painéis gastronômicos:

10 horas às 10h40 | Painel com Edson Puiati (coordenador do curso de gastronomia da UNA/BH) e a chef Mariana Gontijo (Belo Horizonte).

Tema: “Preservação da memória, riqueza e sabores da culinária mineira”.

10h40 às 11 horas | Perguntas abertas ao público

15 horas às 15h30 | Painel com o jornalista especializado em gastronomia, Eduardo Girão.

Tema: “Muito além do Romeu e Julieta: o queijo e todas as suas possibilidades”

15h30 às 15h50 | Perguntas abertas ao público

16 horas às 16h30 | Painel com o jornalista e diretor do perfil nas redes sociais “Baixa Gastronomia”, Daniel Neto.

Tema: “A valorização da culinária de raiz”

16h30 às 16h50 | Perguntas abertas ao público

(*) A programação apresentada está sujeita à alteração.

PRODUTOS PARTICIPANTES EDIÇÃO 2018

Abóbora com coco de Poços de Caldas

Ambrosia e Ameixa de Queijo de Araxá

Bananada de Antônio Dias

Doces Cristalizados de Carmópolis de Minas

Rocambole de Lagoa Dourada

Pé de Moleque de Piranguinho

Doces de Jabuticaba de Sabará

Goiabada de São Bartolomeu

Doce de Leite de Santo Antônio do Grama

Doce de Leite de São Lourenço

Mangada de Urucânia

Doce de Leite em barra de Ipatinga

Doce de Leite de Machado

Doce de leite de São Tiago

Brigadeiro Gourmet de Belo Horizonte

Queijadinha de Paracatu

Doce de leite de Pouso Alegre

Doce de Leite de São João do Oriente

Doce de leite com caramelo de café de Carmo de Minas

Queijos de Teófilo Otoni

SERVIÇO FEIRA DO DOCE MINEIRO 2018

Data: 8 e 9 de setembro (sábado e domingo)

Horário: Sábado | 08 de setembro (das 14 às 21 horas) e Domingo | 9 de setembro (das 9 às 18 horas)

Local: Praça Daniel Campos Rabelo, bairro Cariru – Ipatinga (MG)

ENTRADA GRATUITA

Mais informações: www.feiradodocemineiro.com.br ou (31) 98905-4787

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Facebook
error: Conteúdo Protegido!