20.9 C
Belo Horizonte
terça-feira, 27 setembro 2022

MPMG arquiva investigações sobre a empresa Saneouro, em Ouro Preto

O inquérito diz respeito ao pedido de investigação sobre supostas práticas abusivas aos direitos dos consumidores pela empresa
Portal Mais MinasItabiritoFestival HipHop.Doc apresenta 6ª edição em Ouro Preto

Festival HipHop.Doc apresenta 6ª edição em Ouro Preto

Valorizar e fomentar a cultura e o movimento Hip Hop sempre foi a missão do Festival HipHop.Doc, que completa 14 anos de trajetória. O projeto, que já recebeu shows de grandes nomes, como Rimas e Melodias, MC Gaspar e Z’África Brasil, Julgamento, Família de Rua, Roger Deff, Bárbara Sweet e Zimun, este ano recebe ninguém menos que Black Alien, Tamara Franklin, Crônica Mendes e Negros da Nação, além de oficinas de música e grafite que buscam capacitar e aperfeiçoar os profissionais da cultura junto ao seu público.

O Hip Hop é um movimento fortemente representado pela música, a dança e o grafite, que teve suas primeiras manifestações durante a década de 1970, nas comunidades afro-americanas do subúrbio de Nova York. Com a África em seu DNA, o movimento nasceu nos Estados Unidos para o mundo, sendo hoje um dos estilos musicais mais fortes do mercado fonográfico mundial com seus rappers, MC’s e DJ’s. Não à toa, a 6ª edição do Festival HipHop.doc acontece no Dia Internacional da África, 25 de maio (sábado), dia que celebra a luta dos povos africanos por sua independência e emancipação.

Ao longo de sua história, o festival reuniu milhares de pessoas para apreciar a cultura Hip Hop, sempre apresentando ao grande público as novas promessas e destaques da cena. A última edição foi realizada em Belo Horizonte, no Viadulto Santa Tereza, nacionalmente conhecido como o palco do rap mineiro e berço de grandes artistas. O famoso Duelo de MC’s, principal atração daquela edição, já revelou dezenas de nomes do rap de Minas Gerais para o país. Além de Belo Horizonte, o festival já passou também pelas cidades mineiras de Barbacena, Itabirito e São Lourenço, e pela primeira vez será realizado em Ouro Preto/MG, na Praça Tiradentes, coração da cidade histórica.

Com shows de fortes nomes do rap, a 6ª edição aposta também em atividades de formação. O público terá a oportunidade de aprender sobre a história, técnicas e conceito do grafite com o renomado artista visual Binho Barreto, através de atividades práticas. Além disso, terão uma rica experiência sonora com a oficina RabLabJazz, ministrada pelos músicos Marcelo Coelho, Crônica Mendes e Diego Silva. Barral Lima, CEO do Grupo UN Music, dá um panorama sobre a nova edição “O Rap junto ao Funk, é a música que mais cresce no país. A cada dia ocupa mais o seu espaço no cenário musical brasileiro, falando direto sobre o dia a dia do povo, principalmente da periferia. É a realidade nua e crua da nossa sociedade. Nosso projeto, há 14 anos, busca fortalecer e contribuir para disseminar e divulgar a arte do Hip Hop, que vai além do Rap, incluindo o Grafite, a street Dance e o DJ. Este ano, pela segunda vez, estamos descentralizando o nosso projeto e levando os shows e oficinas, para as cidades de Ouro Preto e Lagoa Santa em Minas Gerais. Desta forma buscamos, além de levar artistas nacionais e oficinas para incentivar os artistas locais, conhecer os novos talentos dessas cidades e incentivá-los para novas possibilidades artísticas-culturais em suas vidas.”

Com programação gratuita, o festival é realizado pela UN Music a partir de recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. Conta com o patrocínio da Oi e com apoio cultural da Prefeitura Municipal de Ouro Preto.

PROGRAMAÇÃO

Black Alien

FESTIVAL HIPHOP.DOC APRESENTA 6ª EDIÇÃO NA CIDADE DE OURO PRETO/MG
Crédito da foto: HipHop.Doc/ Divulgação

Ex-integrante do grupo Planet Hemp, que contava ainda com nomes como Marcelo D2 e BNegão, Black Alien está em turnê do recém-lançado 3º disco solo, “Abaixo de Zero: Hello Hell”, e o apresenta pela primeira vez em Minas Gerais dentro do festival HipHop.doc. Produzido por Papatinho, mentor do grupo carioca de rap Cone Crew Diretoria, o novo álbum versa sobre a luta contra a dependência química, hoje sob controle, mas ainda presente na mente do artista. “Abaixo de zero – Hello hell” é um disco gravado com batidas que embutem referências de soul e jazz. Black Alien começou a cantar no início dos anos 90 e logo na sequência já possuía as credenciais de ter gravado com artistas como Paralamas do Sucesso à Sabotage, sempre com canto sinuoso e versos contundentes. Em 2004 lançou o seu primeiro álbum solo, “Babylon by Gus Vol.1 – O Ano do Macaco”, um clássico instantâneo. Após um hiato de quase 9 anos, Black Alien lançou o seu segundo disco, “Babylon By Gus Vol.2 – No Princípio Era o Verbo”.

Tamara Franklin

FESTIVAL HIPHOP.DOC APRESENTA 6ª EDIÇÃO NA CIDADE DE OURO PRETO/MG
Crédito da foto: Thauana Gomes

Dona de uma voz marcante, personalidade forte e um talento diferenciado, a mineira Tamara Franklin começou a escrever seus primeiros versos ainda aos oito anos de idade. No ano de 2005, aos 14 anos, Tamara fundou o grupo H2S2 (Hip Hop Sobre o Salto), que contava com o DJ Konja e sua irmã Winy Franklin na formação inicial. Em 2015, lançou “Anônima”, seu primeiro álbum solo. Incorporando em suas rimas batidas africanas de samba, baião de dois, reggae e até carimbó, Tamara Franklin é um dos grandes nomes femininos do rap mineiro. Atualmente, ela está prestes a lançar um novo álbum, intitulado “Você Fugio”, cujas referências vêm do congado.

Crônica Mendes

FESTIVAL HIPHOP.DOC APRESENTA 6ª EDIÇÃO NA CIDADE DE OURO PRETO/MG
Crédito da foto: HipHop.Doc/ Divulgação

“Aos que Caminham” é o título do segundo e mais recente álbum do rapper e compositor Crônica Mendes. Com participações do carioca MV Bill, Adonai (Cidade Verde), Slim Rimografia, Luiza Chao, Helibrown e outros, o disco apresenta a versatilidade e maturidade do músico. Crônica iniciou sua carreira profissional no interior paulista, Hortolândia, onde, em 2001, passou a integrar o grupo GOG. Após cinco anos juntos nos palcos, criou o grupo “A Família” e se tornou nacionalmente conhecido com os clássicos Brinquedo Assassino, Castelo de Madeira e Fapa por Amor. Em 2013 lançou seu primeiro disco “Até onde o Coração Pode Chegar”, produzido pelo renomado DJ Raffa, e em parceria com a gravadora Bagua. Com presença de palco muito marcante e fortes interpretações, Crônica busca sempre ir além do rap com sua música. Dj Buiu Silveira e o guitarrista Diego Silva são peças fundamentais nos shows, que se tornaram dinâmicos, pesados e ao mesmo tempo poéticos.

Negros da Nação convida Felipe Realista, Mago da Rima e Carol

FESTIVAL HIPHOP.DOC APRESENTA 6ª EDIÇÃO NA CIDADE DE OURO PRETO/MG
Crédito da foto: HipHop.Doc/ Divulgação

O Grupo Negros da Nação surgiu das periferias de Ouro Preto no ano de 2006, e ganhou espaço na cidade através da sua forma de expressar nos palcos. Com letras fortes e realistas, como “Nada Mudou”, o grupo busca passar uma mensagem positiva, ainda que denunciando a corrupção, violência policial e o crescimento dos uso de drogas nas populações carentes. Hoje é formado por Mano Guilherme e Mano Lino, e já abriu shows importantes da elite  do rap nacional como A Família (2008), Facção Central (2006), Liberdade Condicional (2007), e SNJ (2009) nas edições dos festivais Rap de Ouro Preto, o grupo também já promoveu nas periferias o projeto Comunidade Ativa de Ouro Preto no ano de 2007 e 2008 que percorreu os bairros Santa Cruz, Piedade, São Francisco (cachoeira do campo). O show contará com participações de Felipe Realista, Mago da Rima e Carol.

DJ Lysa Menezes

A DJ Lysa Menezes, de Ouro Preto, realizou diversas apresentações no carnaval da cidade em Março de 2019. Ocupando o palco do HIP HOP e do LARGO DO CINEMA com shows contagiantes, a artista, em sua performance, foi do funk ao axé buscando sempre alcançar as diversas faixas etárias do público. Os shows da DJ Lysa levaram todos a um “ecstasy carnavalesco” proporcionando uma agradável encontro com os ritmos dançantes da música brasileira.

Oficina | Arte em Grafite – história, técnicas e conceito com atividades práticas

A oficina consiste em uma aula expositiva sobre o graffite, sua história, técnicas e conceito complementado com atividades práticas in loco. Será ministrada por Binho Barreto, Bacharel em Artes Plásticas pela Escola Guignard (UEMG) e mestre em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da UFMG. Binho atua em diversas áreas que têm o desenho como interseção. É ilustrador, professor e, desde 1995, atua cotidianamente com o graffite.

Oficina | RapLabJazz: Uma experiência sonora

A oficina tem o objetivo de estimular que escritores e poetas da cena do rap e hiphop compreendam e percebam a sonoridade rítmica implícita nos textos que escrevem, sugerindo desta forma, outros procedimentos criativos. A partir da interação e criatividade dos participantes será trabalhado o processo de criação, gravação e maturação das diversas sonoridades do RAP e Hip Hop. Será ministrada pelos músicos Marcelo Coelho, Crônica Mendes e Diego Silva. Marcelo é considerado um dos músicos referenciais no cenário da música instrumental de vanguarda no Brasil. Vem participando de festivais de jazz na América do Sul, Europa e Estados Unidos, liderando diversos projetos em colaboração com músicos latinos, americanos e europeus. Crônica mora no extremo sul da zona sul de São Paulo, onde desenvolve o projeto Batalha das Fábricas (evento mensal de batalha de rimas), Rap Voz (uma série criada para o Youtube, em homenagem ao Rap nacional), além de agenciar sua própria carreira, e a de outros grupos vinculados a sua produtora independente, a GALUZ. Diego Silva já participou de bandas como: Kadabrah, Semi-acústicos, Thiago d Soul, Banda Plano B, etc. Já gravou com inúmeros grupos e MC do RAP, Preto Aplick CH, Mv Bill, Crônica Mendes, Marrom, Facção Central, Carta 1, Fernando Anitelli (O Teatro Mágico) entre outros. Diego Silva começou a tocar aos 13 anos. Em 2017, lança seu primeiro single instrumental intitulado “Tempo de Paz”. Hoje Diego Silva excursiona pelo Brasil com o Rapper Crônica Mendes.

SERVIÇO

Festival HipHop.doc – 6ª Edição

Data: 25/05/2019 sábado

Local: Praça Tiradentes, Ouro Preto/MG

Classificação livre

Entrada franca

Atrações:

18h30 – Negros da Nação

19h30 – Crônica Mendes

20h45 – Tamara Franklin

22h – Black Alien

DJ Lysa Menezes

Oficinas:

• Arte em Grafite – história, técnicas e conceito com atividades práticas – Binho Barreto

Data: 25 de maio

Horário: 9h às 12h

Local: Casa de Misericórdia

Carga Horária: 3 horas

Nº de Vagas: 40

Inscrições gratuitas – [email protected]

RapLabJazz: Uma Experiência Sonora – Marcelo Coelho, Crônica Mendes e Diego Silva

Data: 25 de maio

Horário: 14h às 15h30

Local: Casa de Misericórdia

Carga Horária: 1h30

Nº de Vagas: 40

Inscrições gratuitas – [email protected]

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: