Ultimate magazine theme for WordPress.

Livro-reportagem conta os bastidores do caso Brumadinho

Os jornalistas Lucas Ragazzi e Murilo Rocha escreveram um livro-reportagem contando os bastidores da investigação da Polícia Federal  sobre o caso Brumadinho.

“Brumadinho: A engenharia de um crime” foi lançado pela Editora Letramento e trata do rompimento da barragem I, da mina Córrego do Feijão, com detalhes e informações ainda nunca reveladas.

De acordo com Murilo Rocha, a primeira tiragem do livro se esgotou com a pré-venda e os dois lançamentos da obra que aconteceu recente em Belo Horizonte. No entanto, as vendas seguem firmes na Amazon e no site da Editora Letramento.

Confira a sinopse:

Não foi acidente. A frase pintada em cartazes de protesto logo após a maior tragédia socioambiental da história do Brasil país não estava errada. A Vale sabia dos riscos elevados de ruptura da barragem da mina de Córrego do Feijão pelo menos desde o segundo semestre de 2017 e podia ter evitado a morte de 270 pessoas e danos à bacia do rio Paraopeba. O desastre de Brumadinho deixa um rastro documentado de negligência com a vida humana e com o meio ambiente.

Obra baseada nas investigações da força-tarefa da Polícia Federal, comandada pelos delegados Cristiano Campidelli, Luiz Augusto Pessoa Nogueira, Rodrigo Teixeira e Roger Lima de Moura.

Além da lama conta os bastidores do salvamento da tragédia em Mariana

5 de novembro de 2015: o país inteiro assiste ao desaparecimento de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, subdistritos de Mariana, em Minas Gerais, até então pouco conhecidos pela maior parte dos brasileiros. O rompimento da barragem de Fundão, administrada por um dos maiores grupos de exploração mineral do mundo, despejou milhões de metros cúbicos de rejeito tóxico na região, tingindo de marrom a paisagem local e causando a morte de dezenove pessoas.

Mas essa catástrofe poderia ter sido ainda maior. É o que descobrimos em Além da lama – O emocionante relato do capitão dos Bombeiros que atuou nas primeiras horas da tragédia em Mariana (Editora Vestígio | Grupo Autêntica). O livro foi escrito por Leonard Farah, comandante da Companhia Operacional de Busca e Salvamento do BEMAD (Batalhão de Emergências Ambientais e Respostas a Desastres), que liderou a equipe especializada responsável pela operação. Para mais detalhes sobre a obra, clique aqui.

Comentários do Facebook