Mega-Sena

Apostadores das cidades de BH, Contagem, Itabira, Uberlândia e outras são premiadas na Mega-Sena de sábado (13)

O prêmio de mais de R$ 26 milhões da Mega-Sena 2510, sorteada no sábado (13), não saiu para Minas Gerais, Toda a bolada será dividida entre apostadores de Morretes e Ponta Grossa (PR), Duque de Caxias (RJ) e Barueri (SP), com cada uma sendo premiada com R$ 6.670.155,67. Essas apostas acertaram todos os seis números, que foram 08, 13, 25, 32, 44 e 57.

Considerado a quina da Mega, que se refere a cinco acertos, 242 apostas foram contempladas com o valor de, ao menos, R$ 14.818,18. Entre esses jogos, 25 foram realizados em Minas Gerais, nas cidades de Araxá, Belo Horizonte, Campo Florido, Carneirinho, Conceição das Alagoas, Contagem, Fronteira, Guanhães, Itabira, Itaúna, Montes Claros, Nova Serrana, Passos, Patos de Minas, Prata, São Gonçalo do Sapucaí, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Ubá, Uberlândia e Vargem da Lapa. Todas as apostas em MG contempladas na quina da Mega-Sena foram jogos simples, de 6 números, que custaram R$ 4,50.

Dessa forma, faltou apenas um número para que um sortudo em Minas Gerais também fosse contemplado na sena e também recebesse uma fatia dos R$ 26 milhões dividido entre os 4 bilhetes vencedores.

Na quadra, referente a quatro acertos, foram 10.296 bilhetes premiados, e cada uma vai receber, no mínimo, R$ 497,55. A lista completa de cidades premiadas em todas as faixas do concurso 2510 da Mega pode ser acessada no site da CAIXA.

Como a Mega não acumulou, no próximo sorteio, de quarta-feira, 17, o prêmio volta ao patamar inicial da modalidade, em torno de R$ 3 milhões. Quem deseja concorrer a esse valor tem até as 19 horas do dia do sorteio para ir em uma casa lotérica e fazer a aposta, ou jogar pelos canais eletrônicos da CAIXA, Como mencionado anteriormente, a aposta mais barata custa R$ 4,50 e nela as chances de acerto na sena são de 1 em 50 milhões.

Artigo atualizado em 14/08/2022 18:12

Rodolpho Bohrer

Sócio proprietário e fundador do Mais Minas, além de graduando de Engenharia de Controle e Automação e Jornalismo. É redator de cidades, tecnologia e política.