Avatar
Rodolpho Bohrer
Rodolpho Julio Marci Bohrer é socio-fundador e diretor geral do Mais Minas. Estuda jornalismo na Universidade Cruzeiro do Sul e atualmente é repórter de política, cidades e loterias. Contato: comunicacao@maisminas.org

Comitê revela que esgoto está sendo despejado in natura no Rio da Velhas, em São Bartolomeu, desde que Saneouro assumiu concessão em Ouro Preto

Matéria publicada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio da Velhas (CBH Velhas), no dia 10 e agosto, revela que o esgoto produzido em São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto às margens do Rio das Velhas, está sendo despejado in natura no rio desde que a Saneouro assumiu a concessão de água e esgoto de Ouro Preto. Segundo o CBH Rio das Velhas, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da CBH Rio das Velhas, inaugurada em 2008 no distrito, é ativada manualmente, algo que não ocorre desde janeiro, mês em que a responsabilidade pela prestação dos serviços de água e esgoto em Ouro Preto foi transferida do Serviço Municipal de Água e Esgoto (SEMAE) para a atual concessionária.

Apesar da atual falta de tratamento do esgoto em São Bartolomeu, o CBH Rio das Velhas ressalta que o distrito está localizado a 12 km das nascentes do Rio das Velhas, e que nas nascentes a água ainda é cristalina e própria para banho.

De acordo com Ronald Guerra, conselheiro do CBH Rio das Velhas, uma denúncia foi feita ao Conselho de Meio Ambiente de Ouro Preto (CODEMA), mas que nenhuma atitude foi tomada. “A construção da ETE São Bartolomeu foi possível graças ao empenho do Projeto Manuelzão e o apoio da Copasa [Companhia de Saneamento de Minas Gerais]. Uma vez que o tratamento de esgoto na região é precário, penso que a estação possui também uma simbologia importante por estar localizada no primeiro distrito à margem do Rio das Velhas. No entanto, há sete meses, desde que houve a transição do tratamento da SEMAE, da Prefeitura de Ouro Preto, para a Saneouro, a estação não opera”, afirma o ativista ambiental.

Antes da Saneouro assumir a concessão, São Bartolomeu era uma das poucas localidades em que o esgoto era tratado em Ouro Preto. Segundo informações do site da própria Saneouro, apenas 0,7% do esgoto doméstico em Ouro Preto é tratado atualmente.

A redação do Mais Minas entrou em contato com a Saneouro, mas não obteve resposta sobre a situação da ETE São Bartolomeu até o momento da publicação. A matéria será atualizada caso a reposta nos seja enviada.

Leia mais

Aterro Sanitário de Mariana já opera de forma regular

O Aterro Sanitário Municipal, desde o ano de 2017, está em processo de regularização, formalizado junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. No...

CBH Rio das Velhas visita estrutura de contenção de rejeitos da Vale em Itabirito

O Grupo de Trabalho de Barragens do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) realizou uma visita técnica à...

Aeronave que carrega até 3 mil litros de água é nova aliada dos Bombeiros contra incêndios florestais

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) já pode contar com um novo aliado no combate a incêndios florestais: a aeronave Air Tractor. O...

Artigos Relacionados

IEF anuncia reabertura de parques estaduais; veja a lista

Turistas e moradores de Minas Gerais interessados em visitar as unidades de conservação gerenciadas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) serão beneficiados com a...

Parque Horto dos Contos, em Ouro Preto, está revitalizado

O Parque Horto dos Contos, em Ouro Preto, está revitalizado e pronto para ser entregue novamente à comunidade. O espaço de lazer de 360...

Jovem ouro-pretano é empossado presidente da MDIO Rotaract Brasil

O jovem advogado Lucas de Assis, de Ouro Preto, foi empossado presidente da gestão 2020-21 da Organização Multidistrital de Informação dos Rotaracts Clubs do...

Estudo mostra porque o Jardim Botânico é uma preciosidade em Juiz de Fora

Você já ouviu falar de mulungu, guapuruvu ou figueira-mata-pau? Todas elas são espécies de árvores presentes no Jardim Botânico da Universidade Federal de Juiz...