Ultimate magazine theme for WordPress.

Motorista de BMW que atropelou e matou mulher na Raja se apresenta à polícia

Segundo testemunhas, carro de luxo estava em alta velocidade e motorista não parou para prestar socorro à vítima

O homem suspeito de atropelar e matar a gerente de indústria farmacêutica, Jerusa de Alencar Viana, de 47 anos, no último sábado (11), na avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte, se apresentou voluntariamente à Polícia Civil na manhã desta terça-feira (14). O homem estava acompanhado de uma advogada, enquanto outro defensor o esperava à porta.

Está marcada uma coletiva para hoje, às 15h30, da Delegacia Especializada Acidentes e Veículos da Polícia Civil para detalhar o caso.

O caso

De acordo com a Polícia Militar, o companheiro de Jerusa, um homem de 50 anos, que era passageiro do carro em que a vítima estava, contou que a mulher parou seu veículo, um Jeep Renegade, em frente a churrascaria Raja Grill, para fazer compras no supermercado Verdemar, que fica do outro lado da avenida.

Segundo o homem, ao descer do carro, Jerusa e seu carro, que ficou parcialmente destruído, foram atingidos pela BMW, que trafegava em alta velocidade. O motorista não parou para prestar socorro.

Segundo informações, uma médica que passava pelo local ainda parou para prestar os primeiros socorros, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A Polícia Militar informou ainda que há cerca de 1 km dali, dois homens relataram quase terem sido atropelados por um carro do mesmo modelo, com a frente danificada. Eles ainda afirmaram que o carro realizou um contorno proibido e subiu a avenida sentido Belvedere.

Jerusa deixou dois filhos: um rapaz de 18 anos e uma moça de 16.

Leiam também: Carro de luxo atropela e mata mulher na Raja Gabaglia, em Belo Horizonte

Comentários do Facebook