21 C
Belo Horizonte
terça-feira, 28 junho 2022
Portal Mais MinasNegóciosMineradora anuncia investimento de R$ 2,2 bilhões em estado brasileiro para novas tecnologias

Mineradora anuncia investimento de R$ 2,2 bilhões em estado brasileiro para novas tecnologias

A Anglo American, o Governo de Goiás e as prefeituras de Barro Alto e Niquelândia assinaram um protocolo de intenções que prevê investimentos de R$ 2,2 bilhões por parte da mineradora nos municípios pelos próximos 5 anos. O ato aconteceu na terça-feira (17/05), em Goiânia.

De acordo com a Anglo American, os recursos serão aplicados em novas tecnologias, projetos de segurança, aquisição de máquinas e equipamentos, melhorias em processos e sistemas, e demais investimentos ligados à continuidade do negócio de níquel no estado.

Em Goiás desde 1982, atualmente, 4 mil empregos são gerados pela operação da Anglo American no estado. A maioria do valor que será investido (R$ 1,7 bilhão) será destinado à operação de Barro Alto da empresa. Os outros R$ 500 milhões restantes vai para a unidade de Codemin, em Niquelândia.

“O propósito da Anglo American é reimaginar a mineração para melhorar a vida das pessoas. Por isso, trabalhamos – dentro do nosso Plano de Mineração Sustentável – para desenvolver melhores empregos, melhor educação e melhores negócios, construindo um futuro mais saudável para as comunidades anfitriãs das nossas operações e também para toda sociedade que depende dos nossos produtos todos os dias”.

Presidente da Anglo American no Brasil, Wilfred Bruijn (Bill).

De acordo com o secretário geral da governadoria do Estado de Goiás, Adriano da Rocha Lima, além da importância direta desses investimentos na geração de empregos e na movimentação da economia do estado, o anúncio desses recursos mostra que Goiás vem dando as condições necessárias para que as empresas invistam no estado.

“Isso vem atraindo não só empresas da área de mineração, como de diversos setores. Os investimentos anunciados pela Anglo American reforçam todos os compromissos do governador Ronaldo Caiado no sentido de garantir cada vez mais o crescimento de Goiás”.

Além do secretário geral, de outras autoridades locais, e do presidente da Anglo American no Brasil, Wilfred Bruijn (Bill), estiveram presentes no ato de assinatura do documento o prefeito de Barro Alto, Álvaro Machado de Freitas; o prefeito de Niquelândia, Fernando Carneiro da Silva; e o presidente do Sindicato das Indústrias Extrativas do Estado de Goiás e do Distrito Federal (SIEEG-DF), Luiz Antônio Vessani.

LEIA TAMBÉM:  Tesla e Vale: saiba o que envolve as duas empresas

Em nota, a Anglo American esclareceu que os investimentos serão voltados para o desenvolvimento de novas tecnologias, como a chamada Bulk Ore Sorting, e também para promover a recuperação de áreas degradadas e o reflorestamento e para apoiar comunidades que acolhem as operações da Anglo American em Goiás. Veja a seguir mais detalhes sobre os investimentos em cada uma dessas áreas:

Mineração do futuro

Um dos focos deste investimento é o desenvolvimento de uma tecnologia chamada Bulk Ore Sorting, que está sendo instalada na unidade de Barro Alto da Anglo American. Essa inovação consiste em um equipamento com sensores especiais, capazes de detectar o teor do minério ainda na mina. Com ela, é possível extrair mais produto do que da forma convencional.

Outro projeto que engloba o plano de investimentos é a geração de energia a partir de hidrogênio. Recentemente, a Anglo American recebeu uma licença da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) para avançar com a implantação de uma planta piloto de produção de hidrogênio.

Mais investimentos sustentáveis

A Anglo American também está apoiando, com recursos da ordem de R$ 7 milhões, o projeto Juntos pelo Araguaia, concebido pelos governos federal, do estado de Goiás e do Mato Grosso, para promover a recuperação de áreas degradadas e o reflorestamento do bioma Cerrado na bacia hidrográfica do alto Rio Araguaia, em Goiás. Também está realizando, junto à Embrapa, uma pesquisa sobre espécies vegetais que possam apoiar da melhor forma a recuperação de áreas de lavra e pilhas de material estéril.

LEIA TAMBÉM:  Santander amplia atuação na área de investimentos e anuncia contratação de 1.200 especialistas

Em fevereiro, foram iniciados testes de uso de escória nas obras de restauração do pavimento asfáltico da rodovia Belém-Brasília. No total, mais de 10 mil toneladas do resíduo serão utilizadas na recuperação dos trechos entre as BRs 153 e 080, próximos ao município de Barro Alto. A empresa também está estudando o uso da escória para a produção de fertilizantes. Essas duas iniciativas estão na esfera da economia circular, pois visam reutilizar os resíduos da produção de ferroníquel, reciclando-os de forma a contribuir com a sustentabilidade.

Apoio às comunidades

Desde 2007, já são mais de R$ 46 milhões em investimentos institucionais nas comunidades que acolhem as operações da Anglo American em Goiás. De 2020 até o momento, também foram selecionadas 13 iniciativas de projetos sociais locais em Barro Alto e Niquelândia, com investimentos de R$ 1,1 milhão.

Além disso, entre 2018 e 2020, a mineradora também apoiou a prefeitura de Barro Alto e o governo de Goiás no programa habitacional do município. A Anglo American contribuiu com investimento de R$ 1 milhão de reais para a construção de 140 casas destinadas a famílias de baixa renda do município. Em Niquelândia, a empresa segue investindo na condição e na capacidade de transmissão de energia elétrica para a sede do município.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: