O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Portela vence o desfile do Carnaval do Rio 2017. Na Sapucaí, a Escola lembrou da tragédia da barragem em Mariana.

Rodolpho Bohrer 1 de março de 2017 às 21:40
Tempo de leitura
1 min

Com o Enredo “Foi um rio que passou em minha vida e meu coração se deixou levar”, a Portela quebrou o jejum de 33 anos e na tarde desta quarta-feira foi eleita a grande campeã do Carnaval do Rio de Janeiro em 2017. Em segundo lugar ficou a escola Mocidade Independente de Padre Miguel.

A Portela passou pela Sapucaí apresentando histórias e mitos da água doce. Uma das alegorias do desfile foi o carro, com lama de verdade, que lembrou a tragédia de Mariana. O “carro de Mariana” como foi chamado, possuía vários pescadores do Rio Doce, que foi uma homenagem a esses trabalhadores, que usavam o Rio Doce como forma de subsistência e o viram ficar imerso em lama depois do rompimento da barragem de rejeitos da mineração Samarco.


Portela, que apresentou enredo sobre rios, levou para a avenida uma ala sobre o desastre no Rio Doce (Foto: Alexandre Durão / G1)

Portela, que apresentou enredo sobre rios, levou para a avenida uma ala sobre o desastre no Rio Doce (Foto: Alexandre Durão / G1)

Alegoria da Portela aborda o desastre no Rio Doce (Foto: Alexandre Durão / G1)

Alegoria da Portela aborda o desastre no Rio Doce (Foto: Alexandre Durão / G1)

Portela se apresentou com seis carros alegóricos (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)

Portela se apresentou com seis carros alegóricos (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)

 

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 9 de setembro de 2021 às 19:34