O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Surgem mais cinco casos suspeitos de coronavírus em Conselheiro Lafaiete, são 15 no total

Rodolpho Bohrer 20 de março de 2020 às 20:00
Tempo de leitura
2 min

Da última quinta (19) para esta sexta-feira (20) surgiram cinco casos suspeitos de coronavírus em Conselheiro Lafaiete, até ontem eram dez. A informação foi divulgada pelo Informe Epidemiológico da Secretaria de Saúde de Minas Gerais.

Na região do Alto Paraopeba, três casos suspeitos de coronavírus em Ouro Branco, e o número surpreendente de 38 em Congonhas.


Quanto aos casos confirmados em Minas Gerais, 20 são em Belo Horizonte, com transmissão comunitária; um caso em Coronel Fabriciano, Divinópolis, Ipatinga, Mariana, Patrocínio, Poços de Caldas, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia, todos de transmissão importada; e ainda, Juiz de Fora tem cinco casos confirmados e Nova Lima quatro, sendo todos de transmissão local.

Confira o Informe Epidemiológico completo divulgado pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais:

[pdf-embedder url=”https://maisminas.org/wp-content/uploads/2020/03/BOLETIM_COES_COVID_MG_20-03-2020.pdf” title=”Conselheiro Lafaiete tem 15 casos suspeitos de coronavírus”]

Medidas de prevenção da Prefeitura

O prefeito de Conselheiro Lafaiete, Mário Marcus, após várias reuniões, decretou o fechamento do comércio da cidade até o dia 31 de março, com possibilidade de prorrogação, como medida preventiva do coronavírus. A suspensão do funcionamento de estabelecimentos comerciais terá início a partir do próximo sábado (21).

Entretanto, os serviços considerados essenciais continuarão tendo seu funcionamento. Lugares como supermercados, farmácias, padarias, açougues, postos de gasolina, lojas de materiais médicos e hospitalares e clínicas médicas continuarão sendo abertas. As normas da vigilância sanitária deverão ser aplicadas nestes estabelecimentos.

Os demais serviços de comércio que serão fechados poderão atender através de tele-entregas. A decisão também foi tomada em outras cidades da região do Alto Paraopeba, como Ouro Branco.

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 13 de setembro de 2021 às 16:07