O que você procura?

UFOP suspende calendário acadêmico por tempo indeterminado devido ao coronavírus

Rodolpho Bohrer 25 de março de 2020 às 21:30
Tempo de leitura
2 min

A Universidade Federal de Ouro Preto votou, na última terça-feira (24), pela suspensão do calendário acadêmico por tempo indeterminado devido à pandemia do coronavírus. A reunião contou com o Conselho de Enino Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFOP e a decisão foi encaminhada pelo Conselho Universitário (Cuni).

A suspensão do calendário acadêmico da UFOP veio depois da interrupção das atividades presenciais, que foi votada pelo Conselho Universitário (Cuni) na última semana. Com a nova resolução, ficam suspensas também as atividades remotas dos cursos de graduação e pós-graduação.

Já em relação às atividades de pesquisa e orientação dos cursos de graduação e pós-graduação da UFOP, assim como as defesas, irão ser mantidas. A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade publicou uma portaria com as recomendações para realização das defesas das teses.

LEIA TAMBÉM:  Homem morre esfaqueado no bairro Nossa Senhora do Carmo, em Ouro Preto

Ações de combate ao coronavírus

A Universidade Federal de Ouro Preto se uniu com a cidade histórica para montar um Comitê de Enfrentamento do Coronavírus. O grupo se reuniu com a Secretaria de Saúde de Ouro Preto para discutir estratégias de integração para ações de prevenção, avaliação e tratamento.

Uma das ações é a montagem de uma estrutura para atendimento médico na antiga fábrica de tecidos da cidade, que será o ponto de referência das ações direcionadas às pessoas com suspeita ou com necessidade de tratamento quanto o coronavírus. A estrutura já começou a ser montada e foi solicitado que a UFOP verifique as formas de contribuir com a disponibilização de insumos e de profissionais para o atendimento.

LEIA TAMBÉM:  Vereador requer quebra de sigilo bancário e telefônico das testemunhas ouvidas na CPI da Saneouro

Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e outros profissionais estarão atuando em regime de escala. A previsão é do funcionamento iniciar no máximo até 7 de abril, quando é projetado o pico de contaminações. Inicialmente, foram disponibilizadas 500 unidades de máscaras cirúrgicas, 100 unidades de máscaras do tipo PFF2 e 800 toucas.E também foram doadas 200 máscaras para a Santa Casa da Misericórdia.

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Última atualização em 13 de setembro de 2021 às 16:04