Carla Cruz
Carla Cruz
Carla Cruz é estudante de jornalismo na Universidade Federal de Ouro Preto e estagiária de jornalismo no Mais Minas, trabalhando nas editorias de cidades e em trabalhos de Marketing Digital, sendo supervisionada pelo jornalista Maicon Costa. Contato: carlaandreiac1@gmail.com

Defesa de Lula pede sua soltura imediata, após decisão do STF

O advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se reuniu na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, na manhã desta sexta-feira (8), para pedir que seu cliente seja solto de imediato.

Isso porque o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu derrubar o cumprimento de pena provisória de Lula, após condenação em segunda instância.  A decisão foi tomada após votação por 6 a 5, e, para os contrários a prisão do ex-presidente, a Constituição deixa claro que uma pessoa só pode começar a cumprir pena depois que todos os recursos forem julgados.

“Nós aconselhamos o ex-presidente Lula a fazer o pedido para a sua liberdade estabelecida, com base na decisão proferida ontem pelo Supremo Tribunal Federal. Saímos da reunião e já protocolamos esse pedido, e agora iremos conversar com a doutora Carolina Lebbos, que deve analisar o pedido que acabamos de fazer”, disse Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente, em entrevista coletiva.

A posição dos ministros que tiveram voto favorável à prisão de Lula, em segunda instância, é de que alguém que é condenado em dois graus na Justiça, não pode ser considerado totalmente inocente, mesmo que consiga comprovar sua inocência posteriormente.

Veja como foram os votos dos ministros

Votaram contra a prisão em segunda instância:

  • Dias Toffoli
  • Gilmar Mendes
  • Celso de Mello
  • Ricardo Lewandowski
  • Rosa Weber
  • Marco Aurélio de Mello

Votaram a favor da prisão em segunda instância:

  • Cármen Lúcia
  • Luiz Fux
  • Luís Roberto Barroso
  • Alexandre de Moraes
  • Edson Fachin

O pedido da defesa de Lula será avaliado pela juíza federal Carolina Lebbos, da 12° Vara de Curitiba, responsável pelo processo de cumprimento provisório da pena do ex-presidente. Caso a juíza conceda a liberdade, Luiz Inácio poderá viajar pelo país e participar de atos políticos. Entretanto não será permitido se candidatar a cargos públicos, já que é uma regra estabelecida na Lei da Ficha Limpa, sancionada pelo próprio ex-governante, que a legislação proíbe condenados em tribunal de segunda instância de disputar eleições.

Condenação

Lula está preso desde 7 de abril de 2018 na sede da Polícia Federal do Paraná, por ter sido condenado, em duas instâncias, no caso do triplex em Guarujá (SP) e ainda aguarda julgamento. Sua pena é de oito anos, dez meses e 20 dias. Entretanto, o ex-presidente já conseguiu garantir o regime semiaberto, tendo cumprido 1/6 da pena em 2019.  O Ministério Público já solicitou para que Luiz Inácio cumpra sua pena em prisão domiciliar, porém, sua defesa diz ser contra, pois aguarda a absolvição de seu cliente.

Leia mais

Volta à Câmara, relação com Angelo Oswaldo e jeito menos “explosivo”: Após eleito, Kuruzu concede entrevista exclusiva ao Mais Minas

É quase impossível ser indiferente e não pautar Wanderley Rossi Júnior, o Kuruzu, quando se fala da política ouro-pretana. Seguido por muitos, e odiado...

Candidaturas femininas ao Legislativo de Ouro Preto, em 2020, recebem quase mesmo número de votos que em 2016

Para o próximo quatriênio, de 2021 a 2024, o Legislativo Municipal de Ouro Preto, eleito no último domingo (15), terá novamente somente uma mulher...

Câmara de Mariana registra 78% de reeleição entre os nove vereadores que concorreram a um novo mandato

No último domingo, dia 15 de novembro, 38.997 cidadãos foram às urnas em Mariana para eleger os vereadores, o prefeito e o vice-prefeito que...

Artigos Relacionados

Reeleito com 59,8% dos votos, Orlando Caldeira garante: ‘Vamos transformar Itabirito’

Reeleito prefeito de Itabirito nesse domingo, dia 15 de novembro, com 16.802 votos - 59,81% dos votos válidos -, Orlando Caldeira reafirmou após a...

Nenhuma mulher é eleita em Itabirito

Nenhuma mulher foi eleita vereadora na cidade de Itabirito na votação que ocorreu nesse domingo, 15 de novembro. Desta forma, as treze vagas do...

Sete vereadores conseguem se reeleger em Mariana; veja a lista

Após a confirmação da vitória de Celso Cota para administrar a cidade de Mariana pelos próximos quatro anos, já está definida também a relação...

Eleições 2020: veja a lista dos 13 vereadores eleitos em Itabirito

Após a vitória avassaladora do prefeito Orlando Caldeira, que se reelegeu à chefia da Prefeitura de Itabirito, com 59,81% dos votos, já está definida...