/

Vereadores aprovam destinação de recurso para construção de 10 leitos de UTI em Mariana

Vereadores aprovam destinação de recurso para construção de 10 leitos de UTI em Mariana
Crédito da foto: Maic Costa/Mais Minas

A Câmara Municipal de Mariana aprovou, na última reunião remota, ocorrida na segunda-feira, dia 18 de maio, a destinação de mais de seis milhões de reais, de origem de indenizações das empresas Vale, Samarco e BHP Billiton, sentenciadas pela Justiça do Trabalho (petição civil nº PetCiv 0011947-68.2019.5.03.0069) para as secretarias municipais de Saúde e de Desenvolvimento Social e Cidadania. Desse valor, R$ 3,5 milhões serão destinados para a construção de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Monsenhor Horta.

Durante a reunião, o vereador Juliano Duarte defendeu o Projeto de Lei dizendo que ele foi elaborado ela Secretaria Municipal de Saúde, e que também abarca a aquisição de equipamentos e imobiliário para a Saúde, e que o plano de trabalho, encaminhado ao TRT, e aprovado pela instituição, seria iniciado assim que o legislativo municipal desse o aval.

O vereador Bruno Mol disse que em uma live realizada há dias, o prefeito Duarte Jr. e o secretário de Saúde haviam anunciado que Mariana não precisava ter UTI, e que esse era um posicionamento político contra a sua posição em favor da Saúde do município, já que uma semana depois o Executivo encaminhou esse Projeto para construção dos leitos. O vereador também criticou o fato desse ser o primeiro recurso que Mariana consegue do TRT, já que outras cidades estavam sendo contempladas com os recursos das indenizações e que Mariana não estava recebendo sua parte.

Deixe um comentário

Rodolpho Bohrer

Rodolpho Julio Marci Bohrer é socio-fundador e diretor geral do Mais Minas. Estuda jornalismo na Universidade Cruzeiro do Sul e atualmente é repórter de política, cidades e loterias.

Contato: comunicacao@maisminas.org