Avatar
Rodolpho Bohrer
Rodolpho Julio Marci Bohrer é socio-fundador e diretor geral do Mais Minas. Estuda jornalismo na Universidade Cruzeiro do Sul e atualmente é repórter de política, cidades e loterias. Contato: [email protected]

Legislativo marianense aprova inclusão da campanha “Setembro Amarelo” no calendário oficial do município

Em mais uma ação de atenção à Saúde Pública de Mariana, a Câmara aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira (28), o projeto de lei que insere o programa Setembro Amarelo no calendário oficial do município. O Setembro Amarelo é um conjunto de ações de prevenção e combate ao suicídio.

Além dos trabalhos realizados pelos profissionais do Centro de Atenção Psicossocial de Mariana – CAPS – o projeto tem como objetivo gerar mais mecanismos e ferramentas de prevenção e conscientização para que o número de pessoas que atentam contra a própria vida possa zerar no município. No ano passado, Mariana registrou mais de 60 casos de atentado contra a vida, sendo que em alguns os cidadãos vieram a óbito. Em 2014, no Brasil, de acordo com dados do Ministério de Saúde, mais de 10,6 mil pessoas cometeram suicídios, sendo que 80% das vítimas eram homens.
Nas últimas décadas, observa-se o crescimento dos casos de suicídio no Brasil. Os números são especialmente preocupantes entre jovens. Em um período de 28 anos, houve um aumento de 30% nos casos de suicídio, taxa maior do que a média das outras faixas etárias. A taxa cresce por uma conjunção de fatores. “A sociedade está cada vez menos solidária, o jovem não tem mais uma rede de apoio. Além disso, é desiludido em relação aos ideais que outras gerações tiveram”, explicou a psiquiatra da UNICAMP, Neury Botega.

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está em oitavo dentre os países com maior número de suicídios, atrás de Índia, China, Estados Unidos, Rússia, Japão, Coréia do Sul e Paquistão.

Carga horária de profissionais da enfermagem – Durante a mesma reunião, os vereadores aprovaram, por unanimidade, um requerimento que solicita ao Executivo a elaboração de um estudo para a adequação da carga horária dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem da rede pública municipal de saúde, uma vez que o Conselho Regional de Enfermagem – COREN – estabeleceu uma jornada de trabalho de 30 horas semanais para esses profissionais.

Fonte: Departamento de Comunicação/Câmara de Mariana

Leia mais

Candidaturas femininas ao Legislativo de Ouro Preto, em 2020, recebem quase mesmo número de votos que em 2016

Para o próximo quatriênio, de 2021 a 2024, o Legislativo Municipal de Ouro Preto, eleito no último domingo (15), terá novamente somente uma mulher...

Câmara de Mariana registra 78% de reeleição entre os nove vereadores que concorreram a um novo mandato

No último domingo, dia 15 de novembro, 38.997 cidadãos foram às urnas em Mariana para eleger os vereadores, o prefeito e o vice-prefeito que...

Reeleito com 59,8% dos votos, Orlando Caldeira garante: ‘Vamos transformar Itabirito’

Reeleito prefeito de Itabirito nesse domingo, dia 15 de novembro, com 16.802 votos - 59,81% dos votos válidos -, Orlando Caldeira reafirmou após a...

Artigos Relacionados

Nenhuma mulher é eleita em Itabirito

Nenhuma mulher foi eleita vereadora na cidade de Itabirito na votação que ocorreu nesse domingo, 15 de novembro. Desta forma, as treze vagas do...

Sete vereadores conseguem se reeleger em Mariana; veja a lista

Após a confirmação da vitória de Celso Cota para administrar a cidade de Mariana pelos próximos quatro anos, já está definida também a relação...

Eleições 2020: veja a lista dos 13 vereadores eleitos em Itabirito

Após a vitória avassaladora do prefeito Orlando Caldeira, que se reelegeu à chefia da Prefeitura de Itabirito, com 59,81% dos votos, já está definida...

Após doze anos, Kuruzu volta à Câmara de Ouro Preto, com 822 votos

O Partido dos Trabalhadores, em Ouro Preto, elegeu neste domingo (15) uma figura política conhecida na cidade. Após dois mandatos polêmicos, entre os anos...