“A reeleição cria vícios de grupos”, diz Sergio Meneguelli ao anunciar que não será candidato

O prefeito de Colatina (ES), Sergio Meneguelli, do Republicanos, que ficou conhecido nacionalmente após ser visto ajudando no trabalho braçal, em diversas ocasiões, em obras públicas da cidade, além de usar bicicleta para ir trabalhar e ser visto na fila do SUS, revelou no dia 17 de setembro que não será candidato à reeleição, entendendo que essa é uma prática que “cria vícios de grupos”. Bastante elogiado pelas suas atitudes, e também criticado como sendo “marketeiro”, por muitos, Meneguelli cumpriu o que disse quando afirmou, nas eleições passadas e durante o seu mandato, que não seria candidato à reeleição.

Eu não vou disputar eleição. Eu não serei candidato a prefeito de Colatina neste mandato, com a consciência de saber que tenho grandes chances de ser reeleito. Todas as pesquisas que me apresentaram, mesmo não sendo registradas, feitas até por adversário, tem pesquisas que eu tenho três vezes vantagem do segundo colocado. Mas eu sou contra o prefeito disputar reeleição e continuar no poder… Pode ser que daqui a quatro anos eu venha. Tenha certeza do que eu pude fazer eu fiz. A grande frustração de um prefeito é saber que ele tá chegando no final do mandato e não conseguiu fazer certas coisas, não porque não quis, mas porque não teve condições.

Sobre a possibilidade de apoiar algum candidato, o prefeito foi enfático ao dizer que não influenciará às eleições em Colatina.

Eu quero dizer que a partir deste momento eu não participo mais da campanha eleitoral deste ano. Eu não manifestarei publicamente apoio a candidato nenhum.

Sobre os motivos que o levaram a desistir do pleito, o candidato afirma acreditar que, com a máquina nas mãos, o prefeito obtém vantagem dos demais concorrentes.

Prefeito não é dono da cidade. Não só tem uma pessoa que tem capacidade de governar. A reeleição às vezes cria vício de grupos. Por que eu sei que é difícil governar uma cidade mesmo até com os cargos comissionados, com os vícios, porque a corrupção em qualquer gestão do mundo, não tá só no chefe do executivo, do legislativo ou do judiciário, às vezes tá até no meio de funcionários. Eu sempre falei que não participo de grupos políticos.

O prefeito de Colatina disse que essa é uma decisão difícil, mas necessária.

Deus sabe como eu gosto da minha Colatina. Deus sabe como eu quero continuar. Mas eu quero ter a coerência. Eu quero ser honesto naquilo que eu prometi a Deus.

No final do anúncio, Meneguelli deixou um pedido para os eleitores colatinenses em relação ao pleito de 2020.

Participa! porque, cada pessoa de bem, não fala que você tem nojo de política não. Entendeu. Isso é ignorância. Graças a essas pessoas que têm nojo de política, que não querem participar, que a gente vê tanto escândalo, tanta miséria, até prostituição infantil, porque não querem participar. A política partidária é promíscua, mas a política é uma doutrina. Cristo foi um grande político. Participa pra você cobrar, pra realmente a cidade ser maior.

Assista a íntegra do comunicado da decisão de Sério Meneguelli de não participar da Eleições 2020: