Preço do gás de cozinha ficará mais caro a partir desta terça-feira

PUBLICIDADE

O gás de cozinha residencial, está 5% mais caro a partir desta terça-feira (22), nas distribuidoras. O reajuste, que foi anunciado pelo Sindigás (Sindicato Nacional das Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo), na segunda-feira (21), já entra em vigor hoje. O gás industrial e comercial teve reajuste de 3%.

De acordo com a Sindigás, os aumentos variam para maior ou menor, dependendo da área de distribuição. Assim, o preço para o consumidor final pode ser diferente de acordo com o percentual que as distribuidoras acrescentarem ao custo com mão de obra, logística, impostos e margem de lucro.

Em Belo Horizonte, de acordo com pesquisa de mercado, antes do reajuste o preço do botijão de gás de cozinha se alterava entre R$ 60 e R$ 95, totalizando uma variação de 58%.

O último aumento pela Petrobras aconteceu no dia 5 de agosto.

Veja o preço médio do botijão de gás

Preço do gás de cozinha ficará mais caro a partir desta terça-feira
Preço médio do botijão de gás durante 7 anos – Crédito da ilustração: Mais Minas

Venda e armazenamento ilegal de gás de cozinha

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desencadeou, em setembro, a operação ‘Gás Legal’, na cidade de Conselheiro Lafaiete.  A operação teve como objetivo dar cumprimento a mandados de busca e apreensão em sete pontos suspeitos de venda e armazenamento ilegal de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha.

O comércio do produto inflamável está regulamentado pela Agência Nacional do Petróleo que estabelece os critérios para a concessão da autorização, exigindo-se, entre outros, certificado de vistoria do Corpo de Bombeiros e alvará de funcionamento municipal para o exercício da atividade de comércio de GLP.

As penalidades para quem vende gás sem autorização ocorrem nos âmbitos administrativos, civis e criminais.

Deixe seu comentário
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você continuar a navegar, vamos supor que você esteja bem com isso. Se você discorda, volta a navegar no site em outra oportunidade ACEITAR LER MAIS