Take a fresh look at your lifestyle.

Sensacionalista: Para Não Serem Vítimas da Pegadinha do Gemidão do Zap, Projeto de Lei Quer Autorizar Uso de Fone de Ouvido Pelos Vereadores

Já é notório e tradicional o uso do celular e do aplicativo de mensagem instantânea WhatsApp pelos vereadores durante as reuniões ordinárias da Câmara Municipal de uma cidade do interior de Minas Gerais.

Quem assiste as reuniões sabe que quando um vereador está sentado “cabisbaixo”, não é por causa da situação de crise do país e do município, ou por questões médicas como dor no pescoço, coluna ou depressão. O fato é que ele/ela está mesmo é usando freneticamente o WhatsApp , já que, até eu tenho que concordar nessa, não é fácil aguentar tantas “parabenizações” dos seus colegas de trabalho a cada fala.

Como a moda agora é enviar áudio e constranger as pessoas com a pegadinha do Gemidão, em que a pessoa abre inocentemente um áudio ou vídeo que recebe pelo WhatsApp e em troca recebe uma voz feminina de um “gemidão” bem alto, um vereador que não consegue se segurar e não utilizar o aplicativo durante as reuniões, sendo assim uma vítima de grande potencial, e o pior, podendo ser transmitido ao vivo para todo o Brasil, resolveu acabar com o problema criando o projeto de lei que permite o uso de fone de ouvido durante as reuniões da Câmara.

Segundo o vereador autor do projeto, se for aprovada, a lei irá resolver três problemas: o de ser constrangido pelo “gemidão”, o de ouvir parabenização dos colegas e o de ter que aturar e ouvir a oposição.

Em contrapartida, um segundo vereador contesta o projeto dizendo que fone de ouvido é ultrapassado, que o ideal mesmo para acabar de vez com o problema do “gemidão” seria uma lei que autorizasse a participação dos vereadores nas reuniões da Câmara por holograma.

Outra atuação do poder legislativo também chamou a atenção na cidade de Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná. O vereador Paulo Rocha do PMDB ficou transtornado com o pagamento da prefeitura de uma bolsa-auxílio a médicos residentes. Segundo ele, só em Foz do Iguaçu, além de trabalhar, médico também reside em hospital.

Veja o vídeo:


“Sensacionalista – Ouro Preto” é uma coluna do Mais Minas que traz matérias satirizadas de notícias reais da cidade de Ouro Preto. Quinzenalmente traremos assuntos polêmicos da política de Vila Rica, às vezes com bom humor e isento de verdade, mas sempre com muito sarcasmo
.

Close