O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Mulher que inalou fumaça de pneus queimados por manifestantes morre em BH

Rodolpho Bohrer 17 de junho de 2019 às 19:59
Tempo de leitura
1 min

A queima de pneus promovida por manifestantes no último dia 14, em Belo Horizonte, deixou uma vítima fatal. Trata-se de uma mulher de 53 anos que se intoxicou quando estava em um ônibus, indo para o trabalho, quando o veículo se deparou com uma queima de pneus por manifestantes na avenida Antonio Carlos, próximo à UFMG. O ônibus que a vítima Edi Alves Guimarães estava havia saído da cidade de Santa Luzia.

Edi foi internada, já inconsciente, no Hospital Risoleta Neves desde o dia do ocorrido, com um quadro de parada cardiorrespiratória. Após ser reanimada, Edi foi internada no CTI do hospital. Hoje à tarde, a mulher não resistiu e teve morte encefálica. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.


Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 3 de novembro de 2021 às 22:04