Seguranças da UFMG agridem homem que iria se matricular em curso; alunos denunciam racismo

Um homem foi agredido por, pelo menos, quatro seguranças da UFMG, na manhã deste sábado (28). Um vídeo que circula na internet mostras parte das agressões. A vítima registrou boletim de ocorrência, no qual afirma que iria se matricular para um curso de inglês, oferecido pelo Departamento de Letras da universidade. Alguns estudantes afirmaram que as agressões tiveram conotação racial. O homem foi  agredido com chutes, socos, mata-leão e outros golpes.

Muitas pessoas presenciaram as agressões, que aconteceram em pleno horário de aulas, na manhã deste sábado (28). Segundo testemunhas, muitas pessoas se dirigiram ao local onde aconteciam as agressões para tentar intervir.  Muitas também registraram a ação com seus celulares. De acordo com os presentes, os seguranças chegaram a quebrar um celular de uma das pessoas que filmava a ação. Veja abaixo um dos vídeos que circula nas redes sociais e que mostra a parte final das agressões:

Testemunhas afirmaram ainda que um suposto chefe de segurança teria afirmado que o homem estaria se passando por aluno para roubar dentro do campus. Mas a versão foi questionada por alunos nas redes sociais, que afirmaram que isso se deu por racismo, já que o homem agredido era negro. Internautas afirmaram ainda que não é a primeira vez que os seguranças tem abordagens incisivas com pessoas negras, mas que é a primeira onde houveram agressões.

Procuradas pelo jornal O Tempo, a UFMG e a empresa que presta serviços de segurança no campus ainda não se manifestaram.

Boletim de ocorrência

Segundo o boletim de ocorrência registrado pelo homem agredido, ele teria sido barrado logo ao entrar no campus, mas ao se identificar e dizer seu objetivo, teria sido liberado a entrar. Adiante, ele teria decidido ir ao prédio de música para beber água, quando foi novamente abordado pelos seguranças, que questionaram a mudança de rumo tomada. Um dos seguranças então teria afirmado que ele estava se passando por aluno para roubar. E daí se iniciaram as agressões.

Posicionamento do Diretório Acadêmico do curso de Letras

O Diretório Acadêmico da Faculdade de Letras (Gestão Bagagem), postou uma nota de esclarecimento em seu perfil no Facebook onde confirmou a versão do homem agredido. Veja a nota abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTOA Gestão Bagagem, em nome do Diretório Acadêmico Carlos Drumond de Andrade vem por meio desta…

Posted by D.A. Letras – Gestão Bagagem on Saturday, September 28, 2019

Veja também: Servidora que denunciou racismo na Prefeitura de BH é exonerada