Benefícios de consumir o popular cafézinho

Originário da Etiópia, o café chegou ao Brasil no século 18 e, desde então, nunca mais saiu. Ele faz parte dos lares de todas as classes sociais, é servido em eventos e até incluído em sobremesas. O sucesso é tanto que para muitas pessoas o dia só começa depois de uma xícara.

Mas será que toda essa popularidade é acompanhada de benefícios para a saúde? De acordo com diversas pesquisas, sim. O consumo moderado da bebida pode fazer muito bem para o corpo. Veja só!

Estimula a digestão

Muitas pessoas que tomam café depois das refeições não sabem, mas o café facilita a digestão. Isso ocorre porque a bebida estimula o movimento gastrointestinal. A cafeína ainda provoca os ácidos biliares que ajudam a soltar o intestino.

Aumenta a energia

O café já é conhecido por ser um estimulante natural¹. As substâncias presentes no grão ajudam a combater o sono e o cansaço. Sem contar que, por ter potencial energético, ele é excelente após alimentações mais pesadas, como a feijoada. Ao tomar uma xícara, o indivíduo se mantém mais acordado e animado do que se não a tivesse bebido.

Auxilia no emagrecimento

Outra característica importante da bebida é que ela é termogênica, ou seja, acelera o metabolismo, o que facilita a quebra de gordura. Por conta desse efeito, o café pode ser um aliado de quem quer perder peso, embora não consiga agir sozinho.

Evita o diabetes

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Harvard², tomar café todos os dias pode evitar o surgimento das diabetes tipo 2. Isso ocorre pois a bebida possui antioxidantes que aumentam a sensibilidade da insulina e, consequentemente, diminui a glicose no sangue.

Reduz o risco de AVC

As propriedades antioxidantes também diminuem o risco de as pessoas sofrerem acidente vascular cerebral (AVC). Por isso, a bebida é uma forte aliada da saúde e da qualidade de vida.

Protege contra o sol

Apesar de o sol ser muito importante, a grande exposição a ele pode causar efeitos nocivos, incluindo o câncer de pele. Nesse sentido, estudos apontaram que o café é capaz de diminuir as chances de desenvolver a doença.

Combate a depressão

A saúde mental também é beneficiada pelo consumo. Segundo estudo da Universidade de Coimbra³, quem bebe de duas a três xícaras por dia consegue diminuir as chances de ter depressão. Esse efeito se deve ao fato de a bebida ter propriedades estimulantes e que afetam de forma direta no humor.

Como consumir? 

Assim como outros produtos, não existe uma marca de café melhor do que a outra. Tudo irá depender do gosto e bolso de quem compra. Nos supermercados, é possível encontrar pacotes com diferentes valores e torras. No folheto Dia⁴, por exemplo, há opções de 500 gr de R$ 5,99 a R$ 7,99. No Roldão, existem alternativas por mais de R$ 8 e no Makro o café pode custar R$ 6,39.

O mais importante é se atentar à quantidade de consumo. Em excesso, a bebida pode causar insônia, gastrite e taquicardia, por causa do efeito estimulante. As pesquisas que demonstraram os benefícios do café consideraram duas ou três xícaras médias. Então, essa é a dose recomendada.

Mulheres grávidas e pessoas que tem gastrite devem evitar a bebida. No caso das gestantes, porque a cafeína interfere em uma substância que participa da formação do bebê. Já quem tem problemas no estômago, o café não é indicado pois estimula a secreção gástrica, o que pode agravar o problema.

De acordo com as informações apresentadas aqui, o café bastante benéfico para a saúde. Ele pode ajudar a evitar o ganho de peso e até o desenvolvimento de depressão. Porém, para garantir esses efeitos é importante não exagerar no consumo.

Fontes:

1:  http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2015/06/cafe-tem-nutrientes-que-dao-energia-ao-organismo-diz-nutricionista.html  

2: https://veja.abril.com.br/saude/beber-mais-cafe-ajuda-a-evitar-diabetes-tipo-2-diz-estudo/

3: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/estudo-indica-que-cafeina-pode-ser-usada-no-combate-depressao-16728375

4: https://www.portafolhetos.com.br/dia/