Ultimate magazine theme for WordPress.

Ouro Preto recebe programa de proteção ao turismo

Ouro Preto e o distrito de Monte Verde, em Camanducaia, serão os primeiros destinos turísticos a receber a Rede Integrada de Proteção ao Turismo, do convênio de cooperação técnica firmado entre o Governo de Minas Gerais, através da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG).  A implantação do programa acontecerá no final de agosto.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, o programa funcionará da seguinte forma: hotéis, pousadas, restaurantes, guias turísticos e atrativos se conectarão em rede com a Polícia Militar, trocando informações e patrulhamento nos locais com maior quantidade e frequência de turistas. Assim, os estabelecimentos estarão monitorados e seguros.

Campanha Unimed

O governo estadual pretende instalar o programa em todas as cidades turísticas de Minas Gerais dentro de um ano. Para isso, haverá capacitação dos policiais militares junto aos atores do trade local. Também serão instaladas placas indicando as áreas de proteção. No caso de cidades maiores, como Ouro Preto, serão várias redes integradas.

A Secretaria de Turismo de Ouro Preto já convocou reunião para a última semana de julho com os agentes locais – Guarda Municipal, Polícia Militar, Delegacia de Mulheres e frentes específicas, como a do público LGBTQIA+

Para se candidatar à Rede Integrada de Proteção ao Turismo, a cidade interessada precisa contemplar alguns critérios, como ser considerada de potencial turístico, integrar a Política de Regionalização da Secult, possuir um Conselho Municipal de Turismo (Comtur) ativo e estar cadastrada à Plataforma Integrada do Turismo (PIT).

LEIA MAIS:  FAOP abre inscrições para Curso Técnico em Conservação e Restauro

Inscreva-se para RECEBER diariamente uma lista com as nossas principais notícias. É GRATUITO!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

COMENTÁRIOS