Com grande elenco, ‘Beleza Oculta’ é o filme de hoje na Tela Quente da Globo; conheça a história

“Beleza Oculta” (“Collateral Beauty”) é filme injustiçado. Lançado em 2016, o longa recebeu um bombardeamento de críticas negativas da imprensa e, para piorar sua situação, foi indicado ao Framboesa de Ouro, o Oscar de pior filme do ano.

Estrelado por Will Smith, trata-se de uma história sentimental com toque de fantasia e uma narrativa que se mantém fiel até o fim. Se você ainda não viu o filme, a Globo vai exibi-lo na noite desta segunda-feira, logo após a novela “Fina Estampa”, na Tela Quente.

Conheça a história

Após a trágica morte de sua filha, um mundo desmorona para o bem-sucedido publicitário Howard Inlet (Will Smith). O otimista outrora tão encantador, transbordando de criatividade, torna-se uma sombra cinzenta de si mesmo durante a noite. A preocupação dos colegas Claire Wilson (Kate Winslet), Whit Yardshaw (Edward Norton) e Simon Scott (Michael Peña) se dá porque o futuro da agência está em jogo e pois eles passam suas horas de trabalho na solidão sufocante de seu escritório. Lá, ele costumava passar dias construindo extensas obras de arte com dominós, apenas para começar tudo de novo depois que eles caíssem. Em casa, ele escreve em cartas para o Amor (representado por Keira Knightley), a Morte (representado por Helen Mirren) e para o Tempo (representado por Jacob Latimore) e ele não só é respondido, como também recebe a visita das três “entidades”.

+ Em cartaz: confira os filmes que serão exibidos na Globo esta semana (17 a 21 de agosto)

Depois de uma grande tragédia, muitos buscam o verdadeiro sentido da vida. Nos momentos em que a família e os amigos parecem perdidos, às vezes é um encontro ou uma experiência fortuita que dá a tudo uma nova perspectiva. Esta experiência de mudança de vida é difícil de descrever e ainda mais difícil de filmar. O diretor David Frankel (“O Diabo Veste Prada”) fez uma belíssimo trabalho. Os três espíritos sagrados são atores comprometidos que devem passar pelo enlutado Howard para que seus parceiros obtenham evidências suficientes de sua insanidade para privá-lo do poder de decisão e vender a agência que está morrendo. Uma linha tênue entre amizade e traição.

Com o coração no lugar certo, a beleza oculta é sustentada por seus alicerces sobre o destino trágico de um indivíduo. No curso posterior, você aprenderá mais sobre Whit, Claire e Simon, que têm que lutar com seus próprios problemas em suas vidas privadas. A quebra de confiança em seu amigo Howard é muito difícil para eles e dá o retrato anteriormente incompreensível dos três em profundidade humana. O que se segue é uma aparente dualidade, em que os atores pagos são mais parecidos com seus papéis representativos como Amor, Tempo e Morte do que o esperado. A questão filosófica do “por quê?” é iluminada por vários lados e a história de conto de fadas cria uma atmosfera digna. A vida não é apenas preto e branco, são as nuances interpessoais que fazem a diferença e preparam o público para o final comovente.