BrumadinhoMineraçãoRompimento de barragem em Brumadinho

Vale apresenta proposta de indenização pelos funcionários mortos em Brumadinho

Na noite dessa sexta-feira (8), a Vale apresentou uma proposta de indenização aos familiares dos trabalhadores falecidos  em decorrência do rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Os termos foram discutidos em uma reunião junto ao Ministério público do Trabalho (MPT), em Belo Horizonte.

Vale apresenta proposta de indenização pelos funcionários mortos em Brumadinho
Os termos propostos pela Vele foram discutidos em uma reunião junto ao Ministério público do Trabalho (MPT), em Belo Horizonte. As negociações ainda estão em andamento – Foto: Mauro Pimentel/AFP

A proposta da empresa contempla três principais pontos: danos morais, danos materiais a garantia de emprego ou salário para os empregados de Brumadinho.

Por danos morais, a indenização proposta pela Vale  contempla os parentes mais próximos das vítimas, da seguinte forma:

– Cônjuges ou companheiras (os): R$ 300 mil;

– filhos: R$ 300 mil para cada;

– pai e mãe: R$ 150 mil para cada;

– irmãos: R$ 75 mil para cada.

Para os danos materiais em decorrência do rompimento da barragem, a mineradora propôs um pagamento mensal correspondente a 2/3 de um  salário mensal líquido do trabalhador até a data em que ele completaria 75 anos.

Para os demais funcionários da empresa em Brumadinho, a Vale propõe a garantia de emprego ou salário até o final deste ano.

A proposta ainda prevê a cobertura de plano de saúde para os familiares dos trabalhadores próprios e terceirizados, no regime de credenciamento, com abrangência em todo o Estado de Minas Gerais. O plano será vitalício para as viúvas (os) ou companheiras (os) e até os 22 anos para os dependentes das vítimas.

Segundo a empresa, as negociações estão em andamento. No entanto, após a reunião, a mineradora já assumiu alguns compromissos de imediato, como a garantia de emprego ou salário e do plano médico, além do atendimento psicológico aos trabalhadores até alta médica, auxílio-creche para os filhos de até 3 anos de idade dos trabalhadores e auxílio educação para os filhos até completarem 18 anos.

A Vale ainda destacou que os compromissos propostos são independentes da doação de R$ 100 mil, que já está sendo pago pela empresa aos familiares das vítimas fatais do rompimento da barragem em Brumadinho.

Facebook Comentários

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios