The news is by your side.

Casa onde viveu Guimarães Rosa é demolida em Belo Horizonte

Na manhã desta quarta-feira (24), casas da rua Congonhas, localizada em Belo Horizonte (MG), foram demolidas. Uma das residências destruídas pertenceu a Guimarães Rosa, considerado o maior escritor brasileiro do século XX. 

Uma belo-horizontina lamentou e questionou a demolição nas redes sociais. Segundo ela: “uma rua inteirinha virando cenário. Tão triste quanto aos buracos da mineração, é este acordo das construtoras com o patrimônio. Na primeira casa ali, bem na esquina da rua Congonhas com rua Leopoldina morou Guimarães Rosa. É assim que cuidamos da nossa história?”, escreveu Juliana Duarte.

Ao todo haviam treze casas tombadas pelo patrimônio municipal no Bairro Santo Antônio, Centro-Sul de Belo Horizonte. Elas foram vendidas para a realização de um novo empreendimento imobiliário. Na época, houve um impasse entre a Secretaria Municipal de Regulação Urbana e a Construtora Canopus. As casas receberam cercas, e por estarem em ruínas e sem telhados, também receberam tapumes. Nas casas também era feito o controle de dengue, evitando a formação de poças para a reprodução do mosquito transmissor. 

Porém hoje (24), parece que a construtora ganhou o direito de demolir as casas e o fez. 

Demolição de casas em Belo Horizonte.
Crédito da foto: Juliana Duarte

A casa que abrigava Guimarães Rosa ficava na esquina da rua, um prédio de cor verde. João Guimarães Rosa nasceu em Cordisburgo (MG), mas quando ainda era criança, mudou-se para capital mineira, onde posteriormente se casaria e formaria família. Guimarães Rosa ganhou os Prêmi Fellippe d’ Oliveira, Prêmio Carmem Dolores Barbosa, Prêmio Machado de Assis, Prêmio Jabuti e Ordem ao Mérito Cultural. 

Apreciadores das obras do inscritos lamentam a demolição da casa: “A casa onde morou Guimarães Rosa vai pro chão. Triste destruição”, escreveu Ed Marte. 

Casas da rua Conhgonhas em Belo Horizonte.
Crédito da foto: Juliana Duarte.