27.9 C
Belo Horizonte
terça-feira, 16 agosto 2022

No ultra liberalismo de Zema nem os Parques Estaduais sobram

Assistimos dia 10/08 em Ouro Preto uma...

Sem você eu não vivo!

Qual seria o nosso combustível para viver?...

Olha a água mineral!

Quem nunca ficou um bom tempo em...
Portal Mais MinasColunasNutrição e AlimentaçãoA guerra na Ucrânia e os impactos na alimentação

A guerra na Ucrânia e os impactos na alimentação

Franciele Santana
Franciele Santana
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Engana-se quem pensa que a guerra na Ucrânia afeta apenas o continente Europeu.

A Rússia e a Ucrânia estão entre os principais produtores mundiais no setor agrícola. Além disso, a Rússia também possui minas abundantes de potássio e fosfato, que são ingredientes essenciais para os fertilizantes utilizados para o crescimento das plantações.

No entanto, além desses nutrientes, deve-se considerar também que, mundialmente, a Rússia é o segundo maior produtor e maior exportador de gás natural, combustível necessário em grandes quantidades para a produção de amônia, que é o principal ingrediente dos fertilizantes nitrogenados.

Em meio ao agravamento da guerra, a Rússia recomendou aos produtores locais a suspensão das exportações de fertilizantes e insumos. Vale lembrar que o uso de fertilizantes é responsável pelo fornecimento de alimentos para metade da população mundial. Desse modo, pode-se inferir que haverá um desabastecimento não apenas no Brasil, que é o quarto maior consumidor e importador mundial de fertilizantes e insumos, mas a nível mundial.

A limitação do abastecimento de alimentos básicos fará com que os preços desses produtos aumentem e, consequentemente, esses insumos ficarão fora do alcance econômico para grande parte da população, o que agrava a situação de insegurança alimentar já instalada desde início da pandemia de COVID 19. Dessa forma, pode-se afirmar que a persistência dos conflitos na Ucrânia, será prejudicial para o mundo inteiro.

A insegurança alimentar abrange a alimentação de má qualidade, a instabilidade no acesso a alimentos, bem como a fome propriamente dita. A alimentação segura e sustentável, que é direito de todos, é fortemente ameaçada por inúmeros fatores, o que nos mostra que estamos todos interligados, pois mesmo o que aparentemente não nos afetaria, devido a considerável distância geográfica, economicamente pode causar enorme impacto, gerando consequências nos mais variados setores.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: