Daniel Neto, o Nenel, do “Baixa Gastronomia” participa da próxima edição do projeto Conversas Transversais da Escola de Ofícios Tradicionais de Mariana

por Redação Mais Minas

Torresmo de barriga, frango frito e outras delícias culinárias exibidas na estufa, entre cadeiras e balcões, estão presentes em cada canto do Brasil. Essas são memórias individuais e coletivas que fazem parte da nossa cultura. Os chamados botecos e seus costumes integram a identidade do nosso país. 

Pensando nisso, a Escola de Ofícios Tradicionais de Mariana se prepara para receber, na próxima quarta, dia 8, às 18h30, um dos maiores conhecedores do assunto, Daniel Neto, o Nenel, que divulga em suas redes sociais a cultura dos botecos, em mais uma edição das “Conversas transversais”. Evento gratuito e aberto ao público.

A Roda de Conversa tem como tema o “Baixa Gastronomia”, projeto que envolve a divulgação e valorização da cultura culinária mineira, com ênfase na promoção de pratos tradicionais de bares e botecos, entrelaçados às histórias desses lugares, das pessoas, dos saberes e dos modos de fazer. O trabalho do influenciador tornou-se um exemplo de empreendedorismo, comunicação e valorização da cultura brasileira. Começando com os estabelecimentos de Minas Gerais, expandiu-se para outros estados brasileiros e também para outros países. 

Daniel Neto, o Nenel, é graduado em jornalismo pela Universidade Fumec, criador do Baixa Gastronomia, espaço eletrônico nascido em 2009 e dedicado à cultura gastronômica popular. Ele escreve sobre o assunto há mais de 15 anos e é colunista gastronômico da Rede 98, participando dos programas Central 98, Graffite e Buteco 98. Entre os seus trabalhos como curador estão o Festival Baixa Gastronomia, do qual também é o fundador, a Travessia Gastronômica, o Viradão (em 2019 e 2021) – evento que faz parte da programação da Virada Cultural de Belo Horizonte – e o Matula Film Festival. Em 2023, a cerveja artesanal que ele assina tornou-se a mais vendida em Minas Gerais e em 2024, ele foi homenageado pelo tradicional bloco de carnaval belo-horizontino Unidos do Samba Queixinho. Além disso, já foi premiado com a Medalha do Dia do Estado de Minas Gerais e com o troféu Eduardo Frieiro, além de ter sido o primeiro vencedor do Prêmio Cumbucca de Gastronomia, quando foi escolhido, por voto popular, como o melhor “Influenciador Gastronômico”.

A Escola de Ofícios Tradicionais de Mariana é uma iniciativa do Instituto Pedra, com o patrocínio master do Instituto Cultural Vale, contando com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Prefeitura de Mariana.

Serviço:

ESCOLA DE OFÍCIOS TRADICIONAIS DE MARIANA

Endereço: Rua Cônego Amando, 278, Bairro Chácara – Mariana – MG. CEP: 35426-060

Telefone: (31) 3560-2108 | Whatsapp: (31) 98741-8050

Site: www.escoladeoficios.org.br

Instagram e facebook: @escoladeoficiosdemariana

Leia também: