Opinião: ainda existe “político bobo” em Ouro Preto?

por Rodolpho Bohrer

Tomou repercussão nas redes sociais e, claro, nos bastidores da política, parte da reunião da Câmara de Ouro Preto ocorrida na quinta-feira, 17 de novembro, quando o vereador de oposição Júlio Gori exibiu uma troca mensagens de texto e áudio entre ele e a vice-prefeita de Ouro Preto, Regina Braga.

Opinião: ainda existe "político bobo" em Ouro Preto?
Foto: Guilherme/reprodução/redes sociais/Câmara de Ouro Preto

Novato na Câmara, Gori tem apresentado um perfil bem impulsivo durante as reuniões do Legislativo, e suas fortes cobranças ao Executivo vem sendo a principal característica do seu mandato.

Regina Braga, que hoje está no Executivo, foi vereadora de Ouro Preto por cinco mandatos. Ou seja, é uma agente política de extrema experiência. Logo, o que fica no ar é que se uma pessoa com tanto traquejo político enviaria uma mensagem de áudio e texto “sem outras intenções” pelo principal vereador de oposição, marcado por ser tão impetuoso, ou se foi uma jogada, já esperando que a mensagem fosse exibida, dando um recado indireto ao prefeito Angelo Oswaldo e ao seu maior aliado Náercio França, que, como sabe, foi o escolhido por Regina para ser seu substituto na Câmara, e com quem a vice-prefeita parece estar insatisfeita.

Na mensagem de texto, Regina escreve para Gori:

Alguns vereadores não querem a substituição do secretário de obras. Tá sabendo disso? Foram hoje conversar com o prefeito. Pirei.

imagem camara de ouro preto youtube
Imagem: reprodução/Youtube da Câmara de Ouro Preto

Depois, o vereador exibe um áudio enviado pela prefeita:

Xinguei tanto, tô tão decepcionada com Náercio. Naércio é bobo demais gente. Eles usam e abusam de Naércio. Ele se acha inteligente. Nossa senhora. Que decepção… Eu já falei com ele, que vou lavar as minhas mãos. Custamos a convencer o Angelo, sabe. Tudo encaminhado. Ai acontece. Olha o mal que esse homem tá fazendo pra Ouro Preto, gente. A maioria dos distritos tão ficado ilhado, sem estrada, sem acesso. Olha a escola do Leite, olha a situação da escola do Leite. Olha as rua das Violetas no Santa Cruz. Olha o Morro da Forca, a Curva do Vento. Meu Deus do céu, eu sinceramente, eu desanimei hoje. E o bobo do Naércio, diz que foi o que mais falou… Eu sinceramente não sei o que eu faço mais. Se acha inteligente, é um bobo manipulado. Olha o discurso dele lá em cima mandando dar canetada e agora já defendendo. Ele vai mudando sabe, que as pessoas vão mudando a cabeça dele.

Assista o trecho da reunião da Câmara e ouça o áudio da vice-prefeita:

Com as rejeições de Júlio Pimenta e Angelo Oswaldo ocasionadas pelo fator Saneouro, que eu falo neste outro artigo de opinião, talvez a vice-prefeita de Ouro Preto veja em 2024 uma oportunidade de ser tornar a titular do Executivo, e já ensaia uma debandada do governo atual, motivada por se sentir desprestigiada no governo, já que seu “convencimento do prefeito de trocar o secretário de Obras” foi abaixo após uma reunião do chefe do Executivo com alguns vereadores da base. Também, até o momento, o município carece de nomes que possam vir como uma opção fora do angelismo e julismo, e a exibição do áudio durante seja uma aceno de que ela pretende estar no páreo.

O histórico recente mostra que estar com a máquina na mão está longe de ser o suficiente para conseguir a reeleição ou fazer um nome alternativo que conquiste a maioria do eleitorado. Angelo não conseguiu eleger Julio Pimenta de primeira, que só entrou na prefeitura após ser oposição a Zé Leandro, esse optou por não tentar a reeleição e apoiar Caio, que também não teve sucesso. Julio, por sua vez, sendo prefeito, não conseguiu a reeleição e perdeu para o agora seu principal opositor Angelo Oswaldo. Resumindo, faz 4 eleições que o candidato que se coloca como oposição vence em Ouro Preto. Ainda assim, após o fechamento das urnas, boa parte do grupo político continua com cadeira fixa na prefeitura, independente de quem governará.

ARTIGOS RELACIONADOS