Take a fresh look at your lifestyle.

Palpites Futebolísticos (2)

Palpites do Brasileirão Série A 2017. Olá a todos e todas, nesta quinzena vou seguir comentando sobre os times que restam no campeonato Brasileiro da série A. Na coluna passada, falei de metade e aqui colocarei meus palpites para as demais equipes.

Palpites sobre os times do brasileirão 2017

Cruzeiro: As raposas de Minas estão novamente com um elenco forte de excelentes jogadores na espinha dorsal do time (Rafael, Dedé, Hudson, Thiago Neves e Sóbis). Possui ainda um treinador renomado, com passagem pela seleção brasileira e muitos títulos. O que pode pegar para o time azul são as contusões eternas de alguns jogadores – na última apresentação foram seis titulares lesionados, a falta de laterais direitos de confiança (Mayke, recém negociado e Ezequiel ainda não convenceram) e o esquema excessivamente defensivo de Mano Menezes que faz o time abdicar de atacar na maior parte do tempo. Se estes fatores não pesarem, o time é candidato a título. Palpite: disputa o título com Palmeiras e Flamengo, mas perde para ambos ficando em terceiro.

Flamengo: O time rubro negro inicia o campeonato prestes a realizar a maior venda de um jogador menor de idade para o futebol europeu, a promessa Vinícius Júnior que está com um pé no Real Madrid. Após dois anos de excelente gestão, o time de maior torcida do país é favorito ao título brasileiro, se pensarmos nos times que se apresentam. Réver, Arão e Diego são garantia de talento e liderança em campo, mesmo com o último lesionado, uma vez que logo estreará o argentino Conca na mesma posição. Os dois peruanos do time, Trauco e Guerrero são garantia de assistências e gols, além dos competentes Rômulo ou Márcio Araújo na marcação de meio. Se o time resolver o companheiro de zaga para Réver (Donatti e Vaz não passam tanta confiança) e o treinador (ainda cru) Zé Ricardo não inventar, tende a ser campeão, pois possui um fator chave para vencer Palmeiras e Cruzeiro, outros dois favoritos: torcida fanática, coisa que ambos não possuem na mesma intensidade. Palpite: Disputa o título e deve vencê-lo.

Fluminense: A garotada de Xerém achou em Abel Braga o ponto de apoio que faltava. Wendel, Scarpa, Douglas e Wellington são provas vivas que talento tem de sobra no Flu, fora Richarlison, cria do América de MG e que tem tudo para fazer a torcida esquecer Fred rapidamente. Cabe destacar também Orejuela e Sornoza, craques da seleção do Equador e que comandam o meio campo tricolor.  Infelizmente o time ainda deixa a desejar em algumas posições, como laterais e miolo de zaga, mas parece que tem pernas de sobra para vencer as limitações técnicas com juventude e gana. Palpite: disputa vaga na Liberta, mas ficará com a Sul-americana.

Grêmio: Se o futebol fosse uma clínica psiquiátrica, o time tricolor de Porto Alegre seria bipolar. Capaz de atuações fantásticas e bizarras com uma frequência ímpar e ainda um azar surreal (Maicon, Douglas, Jael, Beto da Silva e Maxí tem lesões sérias), o time comandado pelo polêmico Renato Gaúcho não deixa claro até onde pode ir. Possui um bom goleiro (Grohe) com passagem pela seleção, assim como o zagueiro Pedro Geromel, juntamente com Pablo do Corinthians, o melhor do país. Cabe destacar também o velhinho Leo Moura, que apesar dos seus 38 anos, tem sido o melhor jogador da equipe e Luan, atacante rápido e que foi titular do time olímpico em 2016 e prestes a ser negociado com o Liverpool. Palpite: Lutará e conseguirá a vaga na sul americana.

Palmeiras: O time verde de São Paulo possui o melhor elenco disparado do país, com três atletas competentes em todas as posições. Com um patrocinador forte capaz de lembrar os bons tempos da primeira metade dos anos 1990, quando o time saiu da fila de 20 anos sem título, a equipe alviverde, curiosamente recebeu o reforço que faltava: o treinador campeão do ano passado Cuca. O que pode pegar para a equipe é o excesso de jogos ao longo do ano com três competições ao mesmo tempo até o fim do ano (Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores) e o clima ruim que ficou no clube quando Cuca saiu ano passado (e agora voltou). Favorito ao título à frente do Cruzeiro tende a disputa-lo de igual para igual com o Flamengo. Destaques: Prass, Mina, Felipe Melo (para o bem e para o mal), Dudu e Borja. Palpite: vice-campeão atrás do time carioca.

Ponte Preta: A macaca de Campinas sempre surpreende, mas com a ida de Potker para o Inter, o time fica fraco em poderio de ataque. Possui poucos destaques individuais, como Fernando Bob, volante formado no Fluminense e com histórico no time assim como o experiente zagueiro Rodrigo, além de Emerson Sheik e Lucca, ambos ex-Corinthians. Apesar de ter sido vice-campeão paulista, em um campeonato longo como o brasileiro a falta de elenco mais qualificado vai pesar. Palpite: não será nem rebaixado nem vai conseguir vaga para campeonato algum.

Santos: A máquina de craques da Vila Belmiro segue a todo vapor. A bola da vez é Vitor Bueno, meia central e seu xará Victor Ferraz, lateral direito rápido. Parece que a idade dos mais experientes começa a pesar. Renato e Ricardo Oliveira, pilares do time não estão tendo um bom ano, o que influencia diretamente nos garotos campeões olímpicos: Zeca (contundido) e Thiago Maia que também estão em má fase. Seu grande craque Lucas Lima quer de volta seu lugar na seleção e promete buscar de volta o bom ano de 2015. Será que o Santos voltará a ser o time que foi vice-campeão ano passado? Duvido muito. Palpite: Vaga na sul americana. E só.

São Paulo: O hexacampeão brasileiro tem como principal destaque seu treinador e maior jogador da história, Rogério Ceni. Com estilo polêmico e pouca experiência na beira do campo, o time tricolor parece mal treinado e ainda pior fisicamente, tendo sido eliminado de forma melancólica de três das quatro competições do time no ano em um intervalo de um mês. Individualmente, o time possui bons jogadores com destaque para Rodrigo Caio, Jucilei, Cueva e Pratto. Além destes, a famosa geração de 1996 made in Cotia chegou ao profissional. Jr Tavares, Luís Araújo, Militão, Araruna e Shaylon são algumas das jovens promessas tricolores. Se o time encaixar, pode lutar para buscar a vaga na Libertadores, pois talento o time possui, mas se seguir batendo cabeça e mal fisicamente como foi ao longo dos meses de Abril e Maio, o time ficará, no máximo, com a vaga da sul americana, o que é a tendência natural. Palpite: Vaga na sul-americana. Apenas.

Sport: O time de Ney Franco chega com Diego Souza e André (Bebezão) como seus principais destaques. O atacante Oswaldo, que teve sua melhor fase com Ney em 2012 no São Paulo chegou para reforçar o elenco e tem ainda o goleiro Magrão e o volante Rithely, sempre vinculado como possível reforço de times do Sudeste do país. Vai lutar para conseguir a vaga na Sul-americana e não ser rebaixado. Palpite: vai disputar palmo a palmo a vaga nesta competição com Bahia e Vitória. Se seguir com o futebol que apresentou até agora será o terceiro dos três e ficará fora de tudo. Mas não será rebaixado.

Vasco: Dá até dó comentar do cruz-maltino carioca. O torcedor vascaíno não merece um elenco tão fraco e um time tão ruim. Fora o lateral Gilberto que veio da Itália, Nenê que do alto de seus 35 para 36 anos ainda agrega valor ao time, assim como o intempestivo (e de mesma faixa de idade) Luís Fabiano, o resto da equipe é muito fraca, uma das piores que o Vasco já montou. Nem mesmo o principal reforço, Wagner, mostrou a que veio. O último bom talento restante foi vendido para o Palmeiras a preço de banana e de maneira inexplicável (o zagueiro Luan, campeão olímpico). Eurico Miranda segue firme no comando do time e tende a levar o time de volta para a segunda divisão, o que parece ser a realidade da equipe. Palpite: rebaixamento vexatório. Vai fazer companhia para Chapecoense, Atlético-GO e Avaí na turma que vai para a série B ano que vem.

Vitória: Mesmo demitindo de maneira estranha o treinador Argel na final do Campeonato Baiano, algo que revoltou a maior parte do elenco, o Leão da Barra possui bons jogadores como Willian Farías, Cleiton Xavier, Kieza e André Lima. Vai disputar seu campeonato particular com o rival Bahia para ver quem ficará na frente no final da competição. E tem tudo para conseguir. Palpite: vaga na sul-americana.

E você? Qual sua opinião pro brasileirão deste ano? Poste aí embaixo pra gente ver!

Até a próxima.

Pedro Luiz Teixeira de Camargo (Peixe) é Biólogo e Professor, Especialista em Gestão Ambiental e Mestre em Sustentabilidade. Atualmente é Doutorando em Evolução Crustal e Recursos Naturais pela UFOP/MG.

Saiba mais: 

  • Palpites Futebolísticos (1)

Close