CrimesOuro PretoPlantão Policial

Polícia Militar prende pessoas envolvidas com o Jogo do Bicho em Ouro Preto

Uma das Operações ocorreu em Cachoeira e Amarantina

Na última quarta-feira (31), por volta das 11 horas, a Polícia Militar realizou operação em combate ao jogo do bicho no bairro Pilar, em Ouro Preto, onde foram apreendidos diversos materiais, além de uma quantia de R$ 365,25. Na ação, uma mulher de 50 anos foi presa.

Um dia antes (30 de julho), a polícia esteve nos distritos de Cachoeira do Campo e Amarantina também para combate  ao jogo de azar após receber denúncia anônima. Em Cachoeira, a Polícia foi até um estabelecimento na rua Pedro Aleixo, onde supostamente funcionava um local de apostas no Jogo do Bicho. Os policiais militares realizaram monitoramento no local e percebeu uma mulher entrar no local denunciado, e depois embarcar em um veículo Onix, seguindo em direção ao distrito de Amarantina. Em determinado ponto da viagem, o veículo foi abordado pela polícia e uma mulher, de 49 anos, foi reconhecida como sendo a mesma a ter ido até o estabelecimento, e assumiu que trabalha a cinco anos como apontadora do jogo do bicho.

  Eventos do interior em Minas Gerais deste fim de semana (23 a 25/08)

Segundo a Polícia Militar, a mulher assumiu que recolhia diariamente dinheiro oriundo da prática, e ainda afirmou que trabalhava para um “bicheiro” preso em uma outra operação da mesma natureza na cidade de Ouro Preto no inicio da semana. Estavam no veículo outras três pessoas, sendo um menor.

No local indicado na denúncia foram festas buscas e uma mulher, de 53 anos, foi presa, por ser apostadora do jogo, e que já havia sido presa anteriormente pela mesma contravenção em data passada.

No mesmo local foram presos dois homens, um 53, e outro de 43 anos, apreendidos após assumirem que estavam ali para fazer uma aposta no jogo de azar, enquanto que o outro confirmou envolvimento com a contravenção.

  Eventos do interior em Minas Gerais deste fim de semana (23 a 25/08)

Em Amarantina, outra mulher, de 39 anos, também foi presa pelo envolvimento com o jogo do bicho, sendo responsável pelo recolhimento e feitura de apostas no local. Na ação, foi apreendido a quantia de R$ 1.978,00.

A Polícia também apreendeu cadernos de anotação, blocos para realização de apostas, aparelhos celulares, telefones fax e livros contábeis, todos entregues à Delegacia da Polícia Civil, juntos aos autores presos para as devidas providências.

Fechar