The news is by your side.

Roteiro de Minas completa programação do Festival de Cinema de Diamantina

Uma explosão de arte, cultura e diversidade está prestes a ocupar as ladeiras históricas da famosa Diamantina, importante polo cultural e turístico do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. A cidade recebe entre os dias 19 e 22 de abril o Festival de Cinema de Diamantina – uma realização do Festival de História (fHist) – e no encerramento da festividade, o projeto Roteiro de Minas prepara um dia de programação envolvendo música, dança e a culinária.

No sábado, 22 de abril, entre 16h e 23h, o Roteiro de Minas toma a Rua da Quitanda, no Centro do município, com programação gratuita e vasta. A participação é livre e não carece de inscrição para poder aproveitar a intensa lista de atividades e atrações que estarão disponíveis.

Em parceria com o Festival de Cinema de Diamantina, uma realização do Festival de História (fHist), o Roteiro de Minas busca a solidificação da cultura local, através dos arquétipos e personagens regionais para a construção de sua narrativa. Ao menos é este o objetivo assinalado por Alfredo Henrique, diretor da Result Gestão, empresa responsável pela produção do projeto.

“Diamantina é uma joia de Minas Gerais. Suas histórias, sua cultura, suas belas paisagens e toda sua diversidade gastronômica, enraizada nas prateleiras mineiras, são motivo para apreciação. E o nosso objetivo é usar de todo esse emaranhado para poder levar um pouco de felicidade aos moradores e visitantes de Diamantina, através de seus próprios artistas e seu próprio povo”, explica.

Para cumprir esse papel, a equipe de produção prepara uma lista de apresentações que inclui show com a cantora Joyce Santos, e seu repertório de músicas brasileiras de diferentes estilos, além de um show com a JK Jazz Band, apresentando grandes clássicos do jazz. O projeto prepara ainda uma atração surpresa para completar o line up.

Não bastasse, o Roteiro de Minas ainda assume o compromisso de valorizar a gastronomia local. Para esta missão, serão disponibilizadas duas oficinas gastronômicas, nas quais dois chefs de cozinha de restaurantes da cidade ensinarão ao público o modo de preparo de dois pratos típicos da região. Na ocasião, os chefes mostram todo o modo de preparo e atendem as dúvidas dos participantes sobre os pratos escolhidos e também sobre a culinária de Minas Gerais.

“Nossa atenção a gastronomia é enorme porque sabemos da relevância disto para a identidade de Minas Gerais. Quem visita nosso estado é certo que jamais esquece a comida daqui. Queremos passar um pouco dessa relação para as pessoas. Queremos que elas entendam mais deste tesouro”, argumenta Alfredo.

Todas as ações serão gratuitas e acontecem abertamente em praças famosas de cada cidade, com estrutura para atender o público PCD. Antes de Diamantina, o Roteiro de Minas passou pela cidade de Sete Lagoas, na região Central de Minas Gerais, e foi um sucesso de público e aceitação pelos participantes.

O Roteiro de Minas é viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura e recebe patrocínio da Cemig e Governo de Minas Gerais. Acontece em parceria com Festival de Cinema de Diamantina e o fHist, com apoio da Band Minas, Prefeitura de Diamantina, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo e da Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio. Tem apoio cultural da Pomar, produção da Result e realização do Roteiro de Minas e Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais.

Programação:

Roteiro de Minas – Festival de Cinema de Diamantina

19/04 – Quarta feira

19:30 – Abertura + sessão do curta realizado na oficina

20:00 – Sessão do longa metragem: O índio cor de rosa contra a fera invisível – a peleja de Noel Nutels (71 minutos) de Tiago Carvalho

20/04 – Quinta feira

09:00 – Sessão infantil

10:00 – Sessão do longa Em busca de telas amigáveis (80 minutos) de Igor Amin seguida de debate e do lançamento do livro Como Educar As Crianças no Mundo das Telas?

13:00 – Sessão de curtas-metragens Existências seguida de debate

14:00 – Sessão de curtas Pão de queijo seguida de debate

16:00 – Sessão do longa-metragem Alan (92 minutos) de Diego e Daniel Lisboa

18:30 – Sessão do longa-metragem Cambaúba (67 minutos) de Cris Ventura.

20:30 – Sessão de curtas-metragens Penumbra seguida de debate “

21/04 – Sexta feira

10:00 – Sessão de curtas-metragens Existências seguida de debate

11:00 – Sessão de curtas-metragens Luz Misteriosa seguida de debate

14:00 – Sessão de curtas-metragens Viveres: seguida de debate

16:00 – Sessão do longa-metragem Fazendinha (99 minutos) de Marina Nobel.

18:00 – Sessão do longa-metragem O dia da posse (70 minutos) de Allan Ribeiro

20:00 – Sessão do longa-metragem Cerveja no escuro (85 minutos) de Tiago A. Neves”

22/04 – Sábado

10:00 – Sessão de curtas-metragens Lutas: seguida de debate

12:00 – Lançamento Livro do fHist Histórias para não esquecer: 200 vidas mineiras

14:00 – Sessão de curtas-metragens Documentos da barbárie, letras de navalha seguida de debate

14:00 – Oficinas Culinarias

16:00 – Sessão do longa-metragem A filha do palhaço (107 minutos) de Pedro Diógenes

16:00 – Início do Evento
17:00 – Show Joyce Santos (@joyasantos)

18:30 – Cerimônia de encerramento e premiação

19:00 – Show Banda Tutu com Tacacá (@tutucomtacaca)

21:00 – Show banda JK Jazz Band (@JK Jazz Band)

Serviço:

Roteiro de Minas

Local: Rua da Quitanda – Centro de Diamantina

Data: sábado, 22 de abril

Horário: 16h às 23h

Entrada franca

Fonte: Naves Coelho Comunicação