Caminhoneiros prometem paralisação para esta segunda-feira (16)

Por Rodolpho Bohrer
Publicado: última atualização em 0 comment

Caminhoneiros insatisfeitos principalmente com o preço do combustível vêm anunciando há alguns dias que farão uma paralisação por volta das 5h desta segunda-feira (16). No entanto, nem todos os líderes do movimento aderiram à paralisação e o porta-voz do presidente Jair Bolsonaro disse que as chances de greve dos caminhoneiros é baixa.

O anúncio de suspender as atividades em todo o Brasil foi feito através de um vídeo de um dos líderes da categoria na Central Única dos Trabalhadores do Rio de Janeiro (CUT – RJ). O líder do movimento, Marconi França, afirmou que a greve será de grandes proporções.

A paralisação é referente principalmente a alta nos preços dos combustíveis, e a insatisfação com o governo do atual presidente Jair Bolsonaro.

Além do líder afirmar que o Brasil vai parar, ele pediu também o apoio da população: “Você, dona de casa, pai de família, que não está satisfeito com o preço da gasolina, com o preço do óleo diesel, com o preço do botijão de gás. Junte-se a nós, que essa briga é de todos, não é só nossa”.

Entretanto, as entidades divergem quanto a paralisação. Grupos como a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) não apoiam a paralisação. Um nome forte da categoria, Wallace Landim, também negou que vai haver uma grande paralisação dos caminhoneiros nesta segunda.

Leia também: De acordo com Presidência, chance de greve de caminhoneiros é baixa

Comentários Facebook

leia também:

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS