Como a Marvel conquistou as bilheterias?

Por

Quem vê o atual sucesso da Marvel e seus blockbusters não imagina a longa história por trás do estúdio. Foi um árduo caminho percorrido para que a Marvel Entertainment conquistasse a cultura global, dentro e fora das telas do cinema. Não é à toa que “Vingadores: Ultimato” é atualmente a maior bilheteria da história. Mas como tudo começou?

Fundada nos anos 1930 em Nova York por Martin Goodman e com o nome de Timely Comics, a atual Marvel começou suas atividades no emergente mercado de histórias em quadrinho. Foi aí que a revista Marvel Comics deu origem às dezenas de heróis que assistimos atualmente. Durante os anos 40 a 50, heróis clássicos como o Capitão América e Tocha Humana, ganharam revistas influenciadas pelo fim da Segunda Guerra Mundial e início da Guerra Fria. A missão dos heróis era combater os comunistas, assim como retratado em inúmeras outras publicações da mídia americana na época.

Como a Marvel conquistou as bilheterias?

Capitão América retratado como anticomunista – Créditos da imagem: LeWebPédagogique / Reprodução

Já nos anos 60, houve a estreia do famoso grupo de heróis “Quarteto Fantástico”. A ideia de criar heróis com algum tipo de mutação física ou problemas pessoais era tendência. Exemplo disso é o Peter Parker (Homem-Aranha), um jovem com problemas semelhantes aos de adolescentes, como falta de autoestima, pouca desenvoltura, obsessões com a rejeição e solidão.

Na década de 70, quem faz sucesso são os X-men, que surgem para tratar sobre os preconceitos da época, ilustrados nos mutantes. Deste modo, Tempestade, Noturno, Colossus e o Wolverine tiveram sucesso.

Ascensão nos cinemas

A partir dos anos 90, a Marvel explodiu batendo recordes de bilheteria e lucrando bastante. Já contava com personagens famosos e histórias que envolviam viagens no tempo, epidemias, catástrofes e universos paralelos. Nessa época surge Kevin Feige, atual presidente da Marvel Studios, iniciando sua carreira como assistente de produção. 

Os heróis já tomavam conta do cinema Hollywoodiano nos anos 2000, elevando a Marvel a uma indústria bilionária. Em 2008 foi lançado “Homem de Ferro”, na tentativa  de criar um filme que funcionasse com uma história própria. 

Em 2008, o protagonismo de Robert Downey Jr. veio à tona e a Marvel descobriu um grande talento. Homem de Ferro foi um sucesso absoluto e tornou Robert Downey um ator extremamente rico e popular. O longa também abriu caminho para a legião de super-heróis que viria posteriormente.

Em 2009, a empresa foi vendida para a Disney por US$ 4 bilhões e ganhou ainda mais investimentos. Kevin Feige ganhou moral com o Marvel Studios e grandes adaptações e sequências começaram a surgir.

Os Vingadores

Em 2010, o Universo Cinematográfico Marvel (MCU em inglês) já estava consolidado e se expandiu cada vez mais. A franquia Vingadores foi lançada em 2012 e alcançou 1,519 bilhões de dólares, numa época em que o grande grupo de super-heróis era Liga da Justiça. Para efeito de comparação, Vingadores 4, lançado em 2019, arrecadou quase o dobro do primeiro filme, conquistando 2,795 bilhões de dólares. “Vingadores: Ultimato” ultrapassou Avatar e é a maior bilheteria de todos os tempos no cinema. 

A saga dos Vingadores teve origem após Feige explorar todas as individualidades dos demais heróis no cinema. A união dos heróis aconteceu no fim do primeiro filme do Homem de Ferro, depois da sequência dos créditos. É comum que os filmes da Marvel tenham cenas pós créditos relevantes, que atiçam a curiosidade do público e antecipem novidades das próximas produções. A mistura de Capitão América, Thor, Hulk, Homem de Ferro, Gavião Arqueiro e Viúva Negra, teve um merecido sucesso de bilheteria.

Além disso, o filme do Homem-Formiga é considerado uma das menores bilheterias do grupo Marvel. Entretanto, o filme que estreou em 2015, arrecadou um valor bem alto, cerca de 519,3 milhões de dólares. Atualmente a Marvel possui um legado gigantesco, levando milhões de pessoas até os cinemas, muitas vezes somente pela marca Marvel. Produções como Guardiões da Galáxia, Thor, Doutor Estranho e a recente Capitã Marvel ainda têm muita história para ser desenvolvida nas telas.

Como a Marvel conquistou as bilheterias?

Heróis do MCU Foto: Divulgação / Marvel

Até o momento, foram produzidos 23 filmes do Universo Cinematográfico Marvel, distribuídos por 3 fases. Isso significa que as produções são divididas em seções, e que vários personagens serão desenvolvidos ao longo do tempo. Muitos poderão ter um fim, e alguns novos heróis poderão ser inseridos nas histórias, que são interconectadas. “Homem-Aranha: Longe de Casa” encerra a fase 3 do MCU e novos filmes já estão programados para a fase 4.

Vale lembrar que a empresa começou com a publicação de quadrinhos, depois como um estúdio independente e com uma verba diminuta. Se fracassasse, provavelmente teria um fim rápido.

Mesmo que os quadrinhos não deem tanto lucro como antigamente, a empresa continua criando, crescendo e ampliando sua lista de filmes adaptados. 

Tags :

Postado em 16 de agosto de 2019