Três lafaietenses e cinco trabalhadores de Congonhas estão entre os desaparecidos da tragédia em Brumadinho

Publicado: última atualização em 0 comment

Dois lafaietenses e cinco trabalhadores de Congonhas estão entre os desaparecidos da tragédia em Brumadinho

Trabalhadores de Lafaiete e Congonhas que ainda não entraram em contato com suas famílias – Imagem: Reprodução/Correio de Minas

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, por meio da sua assessoria de comunicação, divulgou novos números da tragédia de Brumadinho na madrugada deste sábado. De acordo com a corporação, o número de desaparecidos pode chegar até 355 pessoas.

Nessa sexta, o comitê de crise do governo estadual trabalhava com um número potencial de 150 cidadãos sumidos – a metade informada pelos bombeiros. A corporação informou, ainda, mais dois óbitos no local. Com isso, já são pelo menos nove pessoas que perderam a vida na tragédia.

A região

Entre os desaparecidos estão os lafaietenses, Felipe José Oliveira Almeida e Anderson Luiz da Silva. As buscas pelos trabalhadores continuam e ainda não há informações.

Atualização: mais um lafaietense, morador do bairro Siderúrgico, está desaparecido. Pedro Sena até o momento não entrou em contato com sua família. Ele é pai de duas crianças.

Pedro Sena está em os desaparecidos

De Congonhas, as informações apontam para 5 desaparecidos: Edymayra  Coelho, Miramar Antônio, Rodney Oliveira, Luiz Carlos da Silva Reis e Wanderson  Oliveira Valeriano.

Ouro-pretanos estão entre os desaparecidos em Brumadinho

Na manhã deste sábado (26), o prefeito de Ouro Preto, Júlio Pimenta, publicou em suas redes sociais que está em Brumadinho dando apoio e “solidarizando com a população e familiares, neste momento de angústia e dor, devido a mais essa tragédia ocorrida em nosso Estado com o rompimento de mais uma barragem de rejeitos”.

Ainda de acordo com o prefeito, a busca é por informações de algumas pessoas desaparecidas que são de Ouro Preto ou que tem familiares na cidade. São eles:

– Bruno Eduardo Gomes
– Elis Marina da Costa
– Lúcio Mendanha
– Wenderson Ferreira Passos

“Se houverem outros nomes, favor informar, pois estamos acompanhando de perto as buscas”, destacou o prefeito.

A equipe do Mais Minas conversou com Larissa Costa, de Cachoeira do Campo. Ela é irmã de Elis Marina da Costa, que está entre os desaparecidos. Segundo Larissa, a irmã foi contratada recentemente por uma empresa terceirizada da Vale. “Ela está lá há apenas duas semanas. Eu falei com ela pela última vez ontem, por volta de 9h45. Ficamos conversando por cerca de 40 minutos. O namorado dela ligou pra ela 12h24, foi o último contato que tivemos”, contou.

Elis Marina da Costa, ouro-pretana que ainda não entrou em contato com a família

Ainda de acordo com Larissa, o nome da irmã não consta na lista divulgada pela Vale. Ela ainda contou que um funcionário da equipe da irmã foi encontrado com vida e está internado no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. “Essa é a nossa esperança. Estamos indo para Brumadinho acompanhar tudo de perto e ela pode estar sem comunicação. Quem tiver qualquer informação, por favor, nos informe”.

Sobrevoo da área atingida pelo rompimento da barragem em Brumadinho – Foto: Isac Nóbrega/PR

Prefeito de Mariana vai a Brumadinho prestar solidariedade e oferecer suporte ao município

A solidariedade do prefeito de Mariana, Duarte Júnior, se dá por alguém que viveu na pela uma tragédia com barragens. Há pouco mais de três anos, em 5 de novembro de 2015, as barragens de Fundão e Santarém se romperam e destruíram os distritos marianenses de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo, deixando um rastro de destruição e 19 pessoas mortas.

Leia mais notícias sobre a tragédia de Brumadinho aqui

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS