Duas novas espécies de libélulas são descobertas no Sul de Minas Gerais

Um trabalho científico elaborado e produzido por professores de instituições federais de ensino de Minas Gerais e do Paraná, localizou duas novas espécies de libélula, ambas não estão registradas nos arquivos do Parque Estadual da Serra do Papagaio, na região Sul do estado.

O processo de descrição do inseto acabou de ser finalizado e uma das espécies já está prestes a ser oficializada, aguardando apenas a publicação na revista científica para ser efetivada. Esta será a 61ª espécie no mundo da família Libellulidae para o gênero Erythrodiplax e 41ª espécie do mesmo grupo com ocorrência em terras brasileiras.

Duas novas espécies de libélulas são descobertas do Sul de Minas Gerais
Crédito da foto: Marcos Magalhães / Agência Minas Gerais

Já a segunda espécie localizada pertence à família Heteragrionidae e ao gênero Heteragrion, entretanto, os processos de identificação ainda estão em andamento.

No total de espécies de todos os grupo, são cerca de 5,7 mil em todo o mundo e 870 no Brasil.

O trabalho de coleta dos animais na unidade de conservação é gerenciado pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) e ocorreu durante os anos de 2015 e 2017, com coordenação do professor Marcos Magalhães de Souza, do Instituto Federal do Sul de Minas e pelo mestrando da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Caio dos Anjos. A coleta pode resultar ainda em uma terceira espécie inédita de libélula, que ainda está sendo investigada.

Processo de análise

Após feito a coleta, os exemplares vão para o laboratório, onde é analisado as genitálias, coloração, nervação das asas, entre outras características. Após isso, há a comparação das características observadas com as espécies já existentes, para constatar de que se trata de um inseto da mesma espécie ou se é uma descrição inédita nos formulários.

Para chegar a descoberta das duas novas espécies foram examinados dois machos adultos que foram coletados em novembro de 2015 em áreas montanhosas do Parque da Serra do Papagaio. É uma libélula de porte médio, de cor azul-esverdeada e coloração azul leve que se forma no abdômen do animal. O professor Marcos Magalhães destaca que os novos registros são muito importantes para o parque.

Essa não é a primeira descoberta de Marcos Magalhães, que coordena o Laboratório de Zoologia do Campus Inconfidentes do Instituo Federal do Sul de Minas. Ele já havia descoberto duas novas espécies de libélulas em Barroso, no Campo das Vertentes, e uma de marimbondo no mesmo Parque Estadual da Serra do Papagaio.

Parque Estadual Serra do Papagaio

O Parque Estadual Serra do Papagaio é um território de conservação de 22,9 mil hectares. localizado nos municípios de Alagoa, Aiuruoca, Baependi, Itamonte e Pouso Alto, todos no Sul de Minas. Sua sede administrativa acompanha um centro de pesquisa com alojamento, hospedagem de visitantes, heliponto e mais de 50 trilhas em sua área.

Veja também: Verão aumenta a incidência de ataques de animais peçonhentos

Comentários