FINALMENTE! R$ 1,3 mil do PIS/PASEP é liberado aos brasileiros

por Daniel Santos

Atenção! O Governo Federal está liberando um novo lote do abono PIS/PASEP nesta quarta-feira, 15 de junho. Ao conferirem suas contas bancárias, inúmeros trabalhadores já constataram o depósito no valor de R$ 1.300.

PIS/PASEP! Liberado valores de R$ 1,3 MIL
Foto: Prefeitura de Quatá

Após uma pausa de um mês nos pagamentos, os depósitos do abono PIS/PASEP estão sendo retomados. O calendário de 2023 teve início em 15 de fevereiro e seguirá até 28 de dezembro, contemplando mais de 23 milhões de trabalhadores com o pagamento de quase R$ 24 bilhões.

É importante ressaltar que os depósitos do abono PIS/PASEP são ajustados anualmente de acordo com o salário mínimo vigente. O valor do benefício é calculado progressivamente a cada mês de trabalho formal realizado durante o ano de referência, que no caso em questão é 2021. Portanto, de acordo com o calendário atual, os trabalhadores brasileiros têm a oportunidade de receber valores que variam entre R$ 109 e R$ 1.320, desde que tenham completado 12 meses de serviço formal.

Os depósitos são realizados pela Caixa Econômica Federal (CEF) para os trabalhadores da iniciativa privada que estão inscritos no Programa de Integração Social (PIS).

No caso dos trabalhadores da iniciativa privada, o pagamento do abono PIS é efetuado seguindo a ordem do mês de nascimento. Por outro lado, o Banco do Brasil (BB) é responsável pelo pagamento do benefício aos servidores públicos cadastrados no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). Para esse público, os depósitos são baseados no último dígito da inscrição.

Você tem direito ao abono PIS/PASEP em junho?

Para ter direito aos programas do PIS/PASEP, é necessário cumprir os seguintes requisitos:

  • Estar registrado nos programas do PIS/PASEP por um período mínimo de cinco anos.
  • Ter trabalhado com carteira assinada por, no mínimo, 30 dias consecutivos ou mais.
  • Ter recebido uma remuneração de até dois salários mínimos.
  • Manter os dados trabalhistas corretamente informados e atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Muitas pessoas tendem a focar apenas no fato de terem trabalhado por alguns meses durante o ano para o qual o pagamento é referente. No entanto, elas se esquecem de que é necessário ter pelo menos cinco anos de carteira assinada, consecutivos ou não, para serem elegíveis ao recebimento do PIS/PASEP.

Além disso, o trabalhador deve estar ciente do período padrão de inscrição no PIS/PASEP, que abrange um período de cinco anos. Somente após esse tempo, o trabalhador terá o direito de receber o primeiro abono salarial, mesmo que já cumpra todos os outros requisitos necessários.

Confira o cronograma:

1 mês trabalhado – R$ 109,00;
2 meses trabalhados – R$ 217,00;
3 meses trabalhados – R$ 326,00;
4 meses trabalhados – R$ 434,00;
5 meses trabalhados – R$ 543,00;
6 meses trabalhados – R$ 651,00;
7 meses trabalhados – R$ 760,00;
8 meses trabalhados – R$ 868,00;
9 meses trabalhados – R$ 977,00;
10 meses trabalhados – R$ 1.085,00;
11 meses trabalhados – R$ 1.194,00;
12 meses trabalhados – R$ 1.320,00.


Calendário do abono PIS/PASEP em 2023


PIS
Janeiro – 15 de fevereiro;
Fevereiro – 15 de fevereiro;
Março – 15 de março;
Abril – 15 de março;
Maio – 17 de abril;
Junho – 17 de abril;
Julho – 15 de maio;
Agosto – 15 de maio;
Setembro – 15 de junho;
Outubro – 15 de junho;
Novembro – 17 de julho;
Dezembro – 17 de julho.
PASEP
Final da inscrição 0 – 15 de fevereiro;
Final da inscrição 1 – 15 de março;
Final da inscrição 2 – 17 de abril;
Final da inscrição 3 – 17 de abril;
Final da inscrição 4 – 15 de maio;
Final da inscrição 5 – 15 de maio;
Final da inscrição 6 – 15 de junho;
Final da inscrição 7 – 15 de junho;
Final da inscrição 8 – 17 de julho;

Leia também: