Belo HorizonteBH e RegiãoGoverno FederalJair BolsonaroManifestaçãoNotíciasNotícias da Reforma da PrevidênciaProtestoReforma da Previdência

Greve do dia 14 terá a adesão de bancários de BH e região

A paralisação vai acontecer por todo o país e vários outros setores confirmaram participação

Sindicatos de todo o Brasil convocaram trabalhadores das mais variadas categorias para um greve geral nesta sexta-feira (14).  Desta vez, a greve tem como objetivo protestar contra a reforma da previdência e já recebeu a adesão de diversos setores. Em Belo Horizonte, os bancários já anunciaram que vão aderir a greve.

Dessa forma, o ato vai dar continuidade as paralisações que estão ocorrendo pelo país desde o dia 15 de maio. Além dos bancários, o metroviários de BH também vão aderir a greve. Portanto, o metrô não vai funcionar na data. Eles ainda pretendem se reunir na quinta-feira (13), para dar os últimos informes sobre a adesão.

Porém, o objetivo da greve não é simplesmente cruzar os braços, mas também ocupar os locais da cidade. Por isso, serão realizados diversos atos pelo país.

  Rota do Blues apresenta Super Chikan Johnson (USA) em BH

Em Belo Horizonte, a ação vai unificar trabalhadores, estudantes e movimentos sociais, na praça Afonso Arinos, a partir das 11h. Eles vão reivindicar mais empregos para população, além de lutar contra os cortes na educação.

Adesão e atos pelo país 

Assim como nas última paralisações, a greve deve adesão nacional e vai acontecer em diversos estados. Em São Paulo, o ato será na Avenida Paulista, no vão livre do Masp, a partir das 16h. No Rio de Janeiro, as ações vão acontecer às 15h na Candelária, com caminhada até a Central do Brasil.

A lista completa dos locais, horários e estados onde vão acontecer as ações podem ser acessadas aqui.

 

  Belo Horizonte entra em alerta contra sarampo

 

Fechar