Greve Geral: Metrô de BH adere a greve e deve parar na sexta-feira

Por

O metrô de Belo Horizonte irá paralisar seus serviços na próxima sexta-feira (14). A medida se dará com a finalidade de apoiar a greve geral convocada para o mesmo dia. A greve tem como foco protestar contra a reforma da previdência, anunciada pelo Governo Federal.

A decisão pela adesão a greve foi discutida e aceita em assembleia do Sindicato dos Metroviários (Sindimetro). Dessa forma, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), entrou com uma ação no Tribunal Regional do Trabalho, pedindo que haja uma escala mínima de rodagem dos veículos.

Segundo a CBTU, aproximadamente 193 mil usuários poderão ser afetados pela paralisação, nas 19 estações do metrô, em Belo Horizonte. A paralisação, pelos metroviários, contará com trabalhadores de diversos setores do sistema. Entre eles, maquinistas, administrativo, seguranças, operacional e etc.

De acordo com Daniel Gloria Carvalho, diretor de Base do Sindimetro, “Na quinta-feira (13) vamos nos reunir (os trabalhadores do metrô) novamente para dar o último informativo sobre a paralisação e também para passarmos informações sobre nosso dissídio”.

Pelo Brasil

Em outras capitais do país a greve também irá ocorrer em diversos setores. Em São Paulo, os metroviários também haviam decidido paralisar os serviços de metrô, na capital do estado. Entretanto, o metrô e a CPTM conseguiram uma liminar para que a paralisação não ocorresse totalmente.

Deixe seu comentário

Tags :

Postado em 12 de junho de 2019