Em Itabirito, programa de conscientização contra violência doméstica completa dois anos

por Davi Guimarães

O Programa Reflexivo para Autores de Violência Doméstica de Itabirito completou dois anos de atividade na cidade com mais de 200 atendimentos realizados. Desenvolvido pela Prefeitura de Itabirito, através da Secretaria de Segurança, Prevenção e Mobilidade Urbana, o projeto é executado em parceria com o Poder Judiciário, através do Fórum da Comarca de Itabirito.

Em Itabirito, programa de conscientização contra violência doméstica completa dois anos
Foto: Prefeitura de Itabirito / Reproduçaõ

Leia também: Novo Projeto de Lei em Itabirito institui nova política para moradores de rua

O programa que recebe autores envolvidos em atos relacionados à Lei Maria da Penha para participação em seis encontros que visam conscientizar o público com o objetivo de evitar a reincidência dos infratores, o que, consequentemente, diminui os casos de violência doméstica.

Para Admilson Santiago, Secretário de Segurança, Prevenção e Mobilidade Urbana, o trabalho é resultado de um bom trabalho em conjunto com o Poder Judiciário de Itabirito:

Temos colhido bons frutos. A partir do momento em que o Poder Judiciário encaminha, nós acolhemos o autor para que ele possa participar desses encontros, que têm proporcionado a redução da violência doméstica

Admilson Santiago, Secretário de Segurança, Prevenção e Mobilidade Urbana

De acordo com o Relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foram computados cerca de 640 mil casos de violência doméstica e familiar e/ou feminicídio em 2022. Desses números, quase 400 mil não tiveram resolução.

Segundo o Comandante da Guarda Civil de Itabirito, Samir Assis, a parceria entre o Fórum da Comarca de Itabirito e a Guarda Civil Municipal são fundamentais no combate aos casos de agressão e violência doméstica:

É fundamental trabalhar as situações relacionadas à Lei Maria da Penha. A parceria entre o Fórum da Comarca de Itabirito e a Guarda Civil Municipal tem refletido de forma positiva na segurança

Samir Assis, Comandante da Guarda Civil de Itabirito

Leia também: