No Brasil, mesmo após a Casa da Moeda ter deixado de produzir notas de R$ 1 em 2005, ainda há cerca de 150 milhões dessas cédulas em circulação. Embora o número de notas tenha diminuído pouco nos últimos anos, ainda é significativo. Em 2013, havia 149,374 milhões de cédulas em circulação, e em 2023, 149,279 milhões, de acordo com dados do Banco Central (BC).

A persistência das notas de R$ 1 em circulação se deve ao fato de muitas pessoas guardarem essas cédulas por acreditarem que trazem sorte ou simplesmente por esquecimento. Além disso, há colecionadores que valorizam notas de R$ 1 consideradas raras e que podem valer mais do que o seu valor nominal.

A Casa da Moeda deixou de produzir notas de R$ 1 devido ao alto custo de produção e ao rápido desgaste. Em substituição às notas, o BC optou por lançar moedas, que têm maior durabilidade e menor custo de produção. No entanto, as notas de R$ 1 ainda são aceitas no comércio e estão sendo substituídas progressivamente por moedas pelo BC.

Tem em casa?! Nota rara de R$ 5 é vendida por alto preço

No Brasil, apesar de a Casa da Moeda ter deixado de produzir notas de R$ 1 em 2005, ainda existem cerca de 150 milhões dessas cédulas em circulação. Embora o número de notas tenha diminuído pouco nos últimos anos, ainda é significativo. De acordo com dados do Banco Central (BC), em 2013 havia 149.374 milhões de cédulas em circulação, e em 2023 são 149.279 milhões.

EITA! Moeda rara de 10 centavos é vendida por R$ 30 MIL

A persistência das notas de R$ 1 em circulação deve-se a diversos fatores, como pessoas que as guardam por superstição ou simplesmente por esquecimento. Além disso, há colecionadores que valorizam notas de R$ 1 consideradas raras, que podem valer mais do que seu valor nominal.

A Casa da Moeda deixou de produzir notas de R$ 1 devido ao alto custo de produção e ao rápido desgaste. Em vez disso, o BC optou por lançar moedas, que possuem maior durabilidade e menor custo de produção. No entanto, as notas de R$ 1 ainda são aceitas no comércio e estão sendo gradualmente substituídas por moedas pelo BC.

O que é numismática?

Numismática é o estudo e a coleção de moedas, medalhas e outros objetos relacionados ao dinheiro. É uma disciplina que envolve a pesquisa histórica, a análise artística e a classificação técnica dos artefatos monetários.

A numismática é uma atividade que pode ser praticada tanto por amadores quanto por profissionais. Os colecionadores de moedas podem se concentrar em um período específico da história ou em um país em particular, enquanto os numismatas profissionais podem trabalhar em museus, casas de leilão ou empresas que lidam com moedas antigas e raras.

A numismática também é importante para a arqueologia e a história econômica, pois as moedas e medalhas fornecem informações valiosas sobre as sociedades e culturas que as produziram, bem como sobre as relações comerciais entre diferentes regiões do mundo.

COMENTÁRIOS
Share.

Redator gaúcho, formando em Jornalismo pela ULBRA-CANOAS. Gosta de tecnologia e da comunicação no seu sentido geral.