Mais Minas
Portal de notícias de Minas Gerais

Preço da gasolina cai em 9,5% e diesel 6,5% a partir de hoje (13)

PUBLICIDADE

Após o valor do petróleo diminuir no mercado internacional, a Petrobras decidiu reduzir os valores do combustível nas refinarias. A partir de hoje (13), a gasolina ficará 9,5% mais barata e o corte no preço do diesel será de 6,5%. Essa porcentagem equivale a uma redução de R$ 0,16 por litro de gasolina e R$ 0,125 no diesel.

Apesar dos novos preços entrarem em vigor nas distribuidoras a partir de hoje, os valores finais que chegam aos motoristas poderão variar de acordo com o posto, acrescentando impostos, taxas e custos com mão de obra. Além disso, cada empresa pode cobrar o valor que achar melhor, devido a livre concorrência.

Em decorrência do coronavírus, desde o início do ano a commodity (mercadoria), vem caindo de preço, ameaçando assim, a economia global. Além disso, outra questão que influenciou a queda do valor do combustível, foi a briga entre a Rússia e a Arábia Saudita, pelo volume de petróleo disponível no mercado.

Na última quinta (12), o barril de petróleo que operava em cerca de US$ 50, estava operando por volta dos US$ 33.

Preços para a Gasolina e o Diesel de acordo com a Petrobras

“Os preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos (como volatilidade do câmbio e dos preços).

A gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo ‘A’, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo ‘A’ misturados a biocombustíveis. Os preços que divulgamos aqui se referem aos produtos tipo ‘A’.

O preço de venda às distribuidoras não é o único determinante do preço final ao consumidor. Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras podem ou não se refletir no preço final, que incorpora tributos e repasses dos demais agentes do setor de comercialização: distribuidores, revendedores e produtores de biocombustíveis, entre outros”.

Leia também: Levantamento mostra Gonçalves com maior preço de gasolina; Mariana fica em 10°

Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também