Sobe para dez o número de casos confirmados de coronavírus em Belo Horizonte

Dobrou o número de casos confirmados de coronavírus em Belo Horizonte, segundo o Informe Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) divulgado nesta quarta-feira (18). E ainda foram registrados 266 casos suspeitos da doença e 41 foram descartados.

Além de Belo Horizonte, oito cidades mineiras confirmaram casos de coronavírus: um em Coronel Fabriciano, Divinópolis, Ipatinga, Nova Lima, Patrocínio, Sete Lagoas, Uberlândia e dois em Juiz de Fora.

Ainda não houve registros de mortes pelo coronavírus no estado. De acordo com o mais recente boletim da Secretaria de Estado de Saúde, foram notificados 810 casos em Minas Gerais, 88 foram descartados e 703 ainda estão em investigação.

Em Belo Horizonte há registro de transmissão comunitária da doença, já em Juiz de Fora foi transmissão local. Nas outras cidades, os casos de coronavírus foram contraídos de outros países.

Confira o Informe Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta quarta-feira (18):

[pdf-embedder url=”https://maisminas.org/wp-content/uploads/2020/03/BOLETIM_COES_COVID_MG_19_-_18-03-2020.pdf”]

Região Metropolitana de Belo Horizonte

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte são 15 municípios com suspeita de coronavírus: Betim (10), Brumadinho (2), Caeté (1), Confins (1), Contagem (44), Ibirité (3), Lagoa Santa (10), Nova Lima (19), Nova Serrana (2), Pedro Leopoldo (3), Raposos (1), Sabará (5), Santa Bárbara (1), Santa Luzia (2), Sete Lagoas (9).

Em Nova União havia um caso suspeito apenas até a última terça-feira, mas já foi descartado.

 Medidas da Prefeitura de Belo Horizonte

Na última terça-feira (17), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou uma série de medidas preventivas para conter a pandemia do Coronavírus. Com isso, todos os serviços do Poder Executivo da capital mineira até o dia 3 de abril. Entretanto, segundo as próprias falas de Kalil, não será férias, mas trabalhar de dentro de casa, e que a ideia é de esvaziar os prédios e evitar aglomerações.

A Prefeitura de Belo Horizonte também suspendeu eventos públicos e privados, como cinemas, shows, peças de teatros e feiras, a partir desta quarta-feira (18). As escolas municipais também tiveram suas aulas suspensas a partir de a próxima quinta-feira (19).

Veja também: Romeu Zema, governador de Minas, testa negativo para o coronavírus

Comentários