Take a fresh look at your lifestyle.

Trabalhadores Rurais realizam ato contra a Reforma da Previdência na manhã desta quarta-feira em Ouro Preto

Representantes rurais de Ouro Preto e de mais de 14 regiões de Minas Gerais, participaram na manhã desta quarta-feira, 15 de fevereiro, de manifestação conta a PEC 287, realizada pelas ruas do Centro de Ouro Preto.

Foto: Trabalhadores Rurais realizam ato contra a Reforma da Previdência na manhã desta quarta-feira em Ouro Preto
Foto: Trabalhadores Rurais realizam ato contra a Reforma da Previdência em Ouro Preto – Leleco Pimentel

A PEC 287, cuja finalidade é a Reforma da Previdência, tramita na Câmara dos Deputados desde o dia 06 de dezembro de 2016. Entre os pontos propostos estão 65 anos como idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres, sem diferenciação. A medida atinge os setores público e privado, à exceção dos militares. A idade mínima para aposentadoria ainda estará sujeita a ajuste, caso aumente a ‘sobrevida’ dos brasileiros.

Em relação aos trabalhadores rurais, a regra em vigor não os obriga a contribuir com o INSS. Se a PEC 287 for aprovada, os trabalhadores rurais deverão contribuir e terão idade mínima de 65 anos como regra. De acordo com o governo, a proposta é que para os trabalhadores rurais as regras deverão ser discutidas após possível promulgação da PEC, através de projeto de lei.

O protesto con a PEC 287 está sendo realizado em todo o estado de MG e foi organizado pela Federação dos Trabalhadores da Agricultura de Minas Gerais (Fetaemg). Segundo a organização, mais de 4.000 pessoas de 48 municípios do Centro-Oeste de Minas participaram da ação.

Foto: Trabalhadores Rurais realizam ato contra a Reforma da Previdência em Ouro Preto - Leleco Pimentel
Foto: Trabalhadores Rurais realizam ato contra a Reforma da Previdência em Ouro Preto – Leleco Pimentel

 

Close