CrimesNotícias

Usuários relatam sofrer tentativas de golpe na OLX e Mercado Livre

Se você costuma vender produtos pela internet, fique atento, pois alguns golpes têm feito diversas vítimas por todo país. Usando muita lábia e caprichando em fraudes, os golpistas conseguem fazer, por exemplo, com que os vendedores mandem os produtos pelos Correios sem que paguem um centavo por isso.

Foi o que quase aconteceu com Vinicius Souza, que narrou em seu perfil no Twitter um golpe que ele descreve como “de pouca engenhosidade”, mas que infelizmente tem enganado muitas pessoas que recorrem a plataformas de venda, como a OLX ou o Mercado Livre, para vender diversos produtos. Vinícius ainda destacou que, ao perceber a armadilha, enrolou o golpista e até se divertiu com a situação.

O usuário inicia seu relato contando que, após postar seu anúncio, alguém entrou em contato se mostrando interessado. Depois de conversarem brevemente sobre o produto em venda, o golpista pede para que o vendedor faça o anúncio em outra plataforma de vendas: “Questionei sobre o motivo da compra ser pelo Mercado Livre, visto que o contato veio pela OLX e dei a opção de retirada no bairro onde moro. A Minha intenção desde o início do anúncio era vender com entrega em mãos”, conta.

  Minas Gerais é o segundo estado que mais gera emprego no Brasil

Vinicius destacou que achou estranha a solicitação de um novo anúncio. Além disso, o suposto comprador ainda pediu o seu e-mail alegando ser necessário para finalizar a compra. No entanto, o sistema utilizado pelo Mercado Livre não solicita o endereço de e-mail do usuário no momento da transação, uma vez que para concluir uma compra ou venda, o anunciante ou o vendedor precisa ter uma conta ativa no site, que já possui o e-mail cadastrado.

Logo depois o comprador informa que fez o pagamento e pergunta se uma mensagem de confirmação chegou a caixa de e-mails do vendedor.

Já sabendo da tentativa de fraude, Vinicius confirma o recebimento do e-mail e espera a reação do comprador que, não muito tempo depois, começa a pressionar sua vítima para que poste o produto nos correios. Nesse momento fica ainda mais claro que não houve, de fato, uma compra, apenas um e-mail falso.

  Minas Gerais é o segundo estado que mais gera emprego no Brasil

Outros usuários do Twitter também relataram passar por situações parecidas.

Fechar