Ultimate magazine theme for WordPress.

2° lote da restituição do Imposto de Renda começa a ser pago hoje (15)

Os depósitos do 2° lote da restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) começam a ser feitos hoje pela Receita Federal. Cerca de 3.164.229 contribuintes vão ser contemplados. Dos $5 bilhões contidos no lote, um total de R$ 2,362 bilhões vão ser pagos a idosos acima de 60 anos, com alguma deficiência física ou mental ou com alguma doença grave. Também serão contemplados os contribuintes cujo a maior parte da renda venha de profissão da área da educação.

Para saber quem vai ser contemplado, é necessário consultar o site da Receita Federal e informar o número do CPF e data de nascimento. Clique neste link para ser direcionado para a página.

2° lote da restituição do imposto de renda começa a ser pago hoje (15)
Crédito da foto: Reprodução

Consulta pelo aplicativo

Também é possível fazer a consulta pelo aplicativo da Receita. Para isso, é preciso um registro digital em código para liberar o acesso, que é feito no próprio site da receita. O código é criado através do número do CPF, data de nascimento e recibos das últimas declarações. Após isso, é necessário ir até o Centro Virtual de Atendimento, e entrar no “Meu Imposto de Renda/Outros/Autorizar Acesso via Smartphones e Tablets”, e aí sim, cadastrar seu dispositivo móvel.

Crédito da foto: Reprodução

Datas de pagamento dos lotes de Restituição do Imposto de Renda me 2019:

  • 1º lote, em 17 de junho de 2019;
  • 2º lote, em 15 de julho de 2019;
  • 3º lote, em 15 de agosto de 2019;
  • 4º lote, em 16 de setembro de 2019;
  • 5º lote, em 15 de outubro de 2019;
  • 6º lote, em 18 de novembro de 2019;
  • 7º lote, em 16 de dezembro de 2019.

É possível checar se seu pagamento foi processado através do site da Receita. Caso esteja na fila de pagamentos, as suas informações foram processadas com êxito, indicando que não há pendências. Se por ventura, as informações não estiverem na fila, existe o prazo de cinco anos para a Receita Federal cobrar esclarecimentos.

Comentários do Facebook