Agenda Cultural MGCatas Altas

Oficinas gastronômicas gratuitas são atração do 3º Festival Sabores do Morro em Catas Altas

Durante o 3º Festival Sabores do Morro, que será realizado no próximo sábado (15) e domingo (16), na Serra do Caraça, o público vai poder participar gratuitamente de uma série de oficinas de gastronomia nos dois dias de evento. Entre as iguarias, foram selecionados pratos típicos de Minas Gerais e de alto valor histórico no Estado, como o Sanduíche de Porco no Barro; o Arroz com Suã e Ora Pro Nobis; e a Costelinha de Barão com taioba e angu de milho.

Professores do Senac, chefs e cozinheiros locais serão os tutores. Para participar das oficinas não é necessário se inscrever previamente e as vagas serão definidas por ordem de chegada. O 3º Festival Sabores do Morro será realizado ao lado da Igreja Senhor do Bonfim, no Morro D’Água Quente, distrito de Catas Altas.

Arroz com Suã e Ora-Pro-Nobis

A chef Silvania Guimarães, do restaurante Rancho do Pote, localizado em Morro D’Água Quente, vai coordenar a oficina de arroz com suã e ora-pro-nobis no sábado, a partir do meio-dia. “Para mim é um prato que tem tudo a ver com a proposta do Sabores do Morro. É uma receita que já sirvo no restaurante. E eu acho que lembra muito Minas por causa da suã, do ora-pro-nobis”, explica.

Costelinha de Barão com taioba e angu de milho

Os participantes vão aprender a fazer a Costelinha de Barão com taioba e angu de milho, receita da cozinheira Glorinha Honorato, integrante do Sabores do Morro. A oficina será no sábado (16), a partir das 17h. “É um prato simples, saboroso e exótico. É baseado na receita de um livro que um casal de amigos me deu. Sempre que faço, eu penso neles e na força que a amizade tem”, afirma Glorinha. De acordo com ela, o prato, além de agradar o paladar, é rico em nutrientes por causa dos ingredientes escolhidos e ainda remete à memória afetiva.

Sanduíche de Porco no Barro

No domingo, a partir das 11h, os professores de gastronomia do Senac-MG, Vani Pedrosa e Michel Abras, realizam gratuitamente a oficina que vai ensinar a fazer o Sanduíche de Porco no Barro. A iguaria faz parte do programa Primórdios da Cozinha Mineira, que resgata alimentos históricos e confere novos significados nos tempos atuais.

Os instrutores contam que a origem do Porco no Barro vem de uma tradição indígena que preparava o suíno na própria gordura e guardava a carne em potes de barro. A história completa deste prato será narrada durante a oficina. “Essa receita se alinha com a missão de resgate da gastronomia regional, além de ser uma marca registrada nos festivais do coletivo Sabores do Morro. É fácil de fazer e pode ser um ótimo gerador de renda”, afirma Vani Pedrosa.

Sobre o 3º Festival Sabores Do Morro

Durante dois dias de evento, os visitantes vão poder apreciar diversos quitutes da culinária mineira: comidas como tropeiro, pastel e caldo de cana; vinhos, licores e cervejas artesanais; quitandas, como broa e rosca caseira, e geleia; mel e sorvetes com sabores típicos da Serra; doces, como cocada, pé-de-moleque, casadinhos e cookies; além, é claro, dos queijos mais tradicionais do Estado.

Todos os produtos expostos no festival são produzidos com ingredientes locais por integrantes do coletivo Sabores do Morro. O grupo é composto por 13 empreendedores do Morro d’Água Quente que se uniram para resgatar a gastronomia típica de Minas, impulsionar a renda e movimentar o turismo da região. Para animar os participantes, o Festival terá uma série de atrações musicais. Programação completa e outras informações em: www.facebook.com/SaboresdoMorro/

Sobre o Sabores Do Morro

O Sabores do Morro promove a geração de renda por meio do resgate das tradições da cozinha mineira. O projeto surgiu em 2014 e, no início, era para ser uma padaria comunitária. A diversidade de produtos era tanta que a ideia cresceu e se transformou em uma feira, que teve a primeira edição em 2015. Da feira, surgiu o desejo de criar um festival maior, e com atrações culturais, realizado uma vez por ano.

Para impulsionar ainda mais a ideia, o grupo participa do Programa de Empreendedorismo Social Comunitário, uma iniciativa da Fundação Vale e Vale, e é apoiado pelo Instituto de Socioeconomia Solidária (Ises), que trabalha na aceleração dos negócios do Sabores do Morro, por meio do fortalecimento de pessoas, organizações e comunidades e da implementação de soluções inovadoras e sustentáveis.

SERVIÇO

O que: 3º Festival Sabores do Morro
Data: 15 e 16 de dezembro

Local: Ao lado da Igreja Senhor do Bonfim – Morro d’Água Quente – Catas Altas.
Horário: Sábado, das 11h às 24h; Domingo das 11h às 17h.

Outras informações: www.facebook.com/SaboresdoMorro/

*Com informações da Interface Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios